BRASIL, LULA, 2010, CONSERVADORES DE VOLTA

9 comentários sobre “BRASIL, LULA, 2010, CONSERVADORES DE VOLTA”

  1. Caro Hélio: estou contigo, mas também com a Frô. O Serra não vai ganhar, porque, apesar da defecção do Mino Carta, ainda temos você, o Nassif, a Frô, o Edu.Guim, o Mello, o Prof. Toni, e muitos outros pelo Brasil. Bola prá frente!
    Acho que no momento nem precisamos de bandeiras ideológicas: para acabar com essa cambada, vamos vestir a camisa da concorrência: direitista burro (nada contra direitista inteligente, animal em extinção) morre de medo disso! Aqui em Campo Grande, o prefeito diz receber “iluminação divina”; mas faz um totem junto a uma concha acústica, que recebeu 300 mil do Lula e 256 dele, como se fosse “obra número não-sei-quanto” dele! Será que Deus prefere Nelsinho Trad a Camila Pitanga? Não acredito!

  2. “– MEIO AMBIENTE: considero esse modelo de desenvolvimento predominantemente industrial e exportador extremamente poluente e depredador, pois altera o clima e prejudica a qualidade de vida de milhões de brasileiros transformando de maneira sensível tanto os verões quanto os invernos. O que há de mais grave nesse setor? 1) O DESERTO VERDE do eucalipto na BAHIA, no ESPÍRITO SANTO e no RIO GRANDE DO SUL; 2) a perspectiva do BIOCOMBUSTÍVEL manter o país cada vez mais latifundiário e monocultor; 3) o loteamento da AMAZÔNIA; 4) o dar de ombros para as queimadas e para a invasão de ecossistemas pela agropecuária intensiva; 5) o fato de nenhum plano econômico-social ter sido feito à luz da multidisciplinaridade regida pela HISTÓRIA, pela GEOGRAFIA e pela ANTROPOLOGIA tendo essas disciplinas o mesmo peso técnico e político das tradicionais ECONOMIA, DIREITO e ENGENHARIA.”

    Acrescento na lista de equívocos da gestão ambiental sob o governo Lula a TEMERÁRIA, PERIGOSA e INÚTIL REATIVAÇÃO do PROGRAMA NUCLEAR BRASILEIRO, com o anúncio da construção de Angra III e os investimentos para obter a tecnologia de enriquecimento de urânio em território nacional. A Indústrias Nucleares Brasileiras (INB), ESTATAL que mantém o monopólio da geração de energia atômica, já enriquece urânio em território nacional desde o inicio do ano passado, quando recebeu autorização da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN).

    Do site da INB: “A INB Resende já possui implantadas, em sua unidade, duas cascatas de ultracentrífugas, equipamentos responsáveis pelo processo de enriquecimento de urânio e desenvolvidos com tecnologia totalmente nacional pelo Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP) em parceria com o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). A INB prevê que até 2012 mais oito cascatas estejam implantadas.”

    http://www.inb.gov.br/imprensa/index.asp

  3. “– CULTURA: o nome de GILBERTO GIL trouxe exposição midiática e valorização do reconhecimento da existência da pasta. Contudo, o desenvolvimentismo varguista de LULA obviamente não dá a importância pedagógica, social e cidadã que a arte tem na formação de uma sociedade mais sensível, observadora, detalhista, criativa, autônoma, menos preconceituosa e mais integradora;”

    Hélio, estás redondamente enganado. Estamos vivendo uma pequena revolução silenciosa com os programas de Ponto-de-Cultura no Brasil. Estão brotando centenas, milhares de iniciativas deste tipo em todos os cantos, inclusive Porto Alegre. Nós aqui da Catarse acabamos de vencer um edital de Ponto, que vai ser estabelecido na Vila Jardim. Já trabalhamos numa iniciativa dessas na Vila Santa Rosa (infelizmente, por problemas com o proponente este fechou) e estamos a mil lá no Quilombo do Sopapo, no Bairro Cristal. Neste momento, dou as aulas de inclusão digital e produção audiovisual pra uma turma que está com ânsia de se expressar e estamos preparando um documentário e um curta em ficção, feito todo com recursos do Governo Federal, meu velho, Do Minc!!!
    Se te interessares, me manda um e-mail que a gente pode conversar mais à respeito.
    E vou te falar, eu e a Têmis decidimos que em 2010, por causa do trabalho do INCRA e do MINC, vamos votar em quem o PT indicar. Imagina ganhar o Serra. Acaba com tudo isso!

    Ah! Tem também os programas da Caixa Federal, de moradia, como o Crédito Solidário, passando empréstimos a juros zero para famílias com rendimento de até 3 salários mínimos. Visitei regiões de Alvorada e Viamão que estão qualificando suas vizinhanças com moradias próprias, planejamento, terrenos legalizados e tudo o mais. Saiu um vídeo nosso sobre isso. Tá lá no site da Catarse…

    Abração!

  4. Oi, Conceição querida! :)

    Quanto à opinião de blogueiros independentes de esquerda que têm uma opinião enviesada sobre o que significa a questão agrária no país, acredito que nenhum deles tem contatos no campo e que eles veem o Brasil apenas do ponto-de-vista urbano e pragmático-tecnicista.

    Tanto a extrema esquerda como qualquer viés de direita são péssimas para a sociedade. Porém, uma centro-esquerda aburguesada também é capaz de prejudicar a compreensão de questões-chave para o país.

    E eles não deixam de contribuir com aquele grupo de formadores de opinião recrutados pelos políticos de direita e pela edição das posições dos leitores conservadores nas editorias de CARTA AO LEITOR dos jornais.

    Besos,
    Hélio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s