ATIVISMO EM REDE, RS: ENGROSSANDO O CALDO

Embora minha participação seja muito pequena e bastante recente nesse movimento de resistência que visa melhorar e proteger a qualidade de vida na nossa cidade, considero-me plenamente engajado. Da mesma forma, posso dizer o mesmo em relação ao GRÊMIO e à política gaúcha e portoalegrense em si.

Primeiro, um recado ao pessoal do FÓRUM DE ENTIDADES POA através dos blogs do CESAR e do RODRIGO CARDIA. Várias associações de bairro, ONGs e pessoas engajadas possuem blogs muito bem escritos e repletos de colagens da mídia de massa e de informações vivenciadas por cada blogueiro. E isso é sensacional! ;)

Segundo, outra iniciativa até mais repleta de blogueiros e também engajada politicamente é a de vários gaúchos que discutem sobre política, sustentabilidade, economia e sociedade nas mais variadas esferas, com um tom crítico e informativo: temos o DIALÓGICO, o DIÁRIO GAUCHE, o ALMA DA GERAL, o JÚLIO GARCIA, o JEAN SCHARLAU, o ANIMOT, o RS URGENTE, o CELEUMA, o A CARAPUÇA e muitos outros.

No geral, me parece que poucos se conhecem pessoalmente ou que poucos leem os blogs de um grupo ou de outro com frequência diária. Tanto o aumento do volume de participantes em ambas as causas engrandeceria muito as trocas de idéias entre militantes, ativistas e blogueiros de objetivos e de interesses tão próximos entre si.

Pra começar, na minha lista de links à direita, tenho um montão de links para blogueiros gaúchos nos grupos SIVUCA RS e ATIVISTAS RS.

Cada um tem seu tempo e seus interesses. Porém, proponho que aumente a preocupação com os fatos e com as articulações que mandam contra a sustentabilidade especificamente localizada na nossa capital. Creio que, quanto mais elevada a esfera política, mais burocratizada e mais distante ela estará das nossas demandas.

Considero como ideal a existência de blogs especializados em problemas de bairros e municípios que, aos poucos, sirvam de exemplo e estabeleçam links com blogueiros de outros bairros, de outras cidades, de outras regiões, de outros estados e de outros países, especificamente envolvidos com demandas o mais parecidas possível com as nossas.

Depois de exaustivas observações feitas sobre centenas de blogs, de uma maneira muito sucinta e sem cientificismo, verifiquei que, embora toda forma de ativismo independente de esquerda que não tenha ramificações junto ao poder estabelecido tenha dificuldades gigantescas para poderem se impor e obter algum ganho social, se a prioridade for tentar fazer uma leitura comparada do que a mídia diz em relação ao que ela esconde ou no confronto da nossa agenda com a agenda de seus patrocinadores ou se a prioridade for discutir política partidária, as coisas se tornam ainda mais difíceis.

Enfim… São atividades importantes e que devem ocorrer de maneira incessante e em paralelo. O direito à comunicação passa pela liberdade de escolha e, acima de tudo, pela diversidade de opiniões. Todavia, esbarramos na desobediência às leis por parte das grandes corporações midiáticas em função de políticos e empresários que possuem concessões como afiliados dos grandões.

Esbarramos também na total falta de dinheiro mas, principalmente, no profundo desinteresse em haver setores progressistas interessados em financiar uma mídia de massa alternativa.

Mas a questão que faz com que a resistência em rede se torne mais direta e precisemos trabalhar mais seriamente em torno de um foco nos leva a um outro ponto: todos os segmentos da mídia de massa, inclusive o estatal, o empresarial, o partidário e o dos movimentos sociais, todos elas, sem exceção, puxam a sardinha para o seu assado e omitem visões contrárias aos seus interesses.

Ao contrário do que se pensa, não é somente o volume de capital que define a dimensão dos poderes político, coercitivo e simbólico. Diria mais: o acúmulo de capital só é possível porque os formadores de opinião que dominam o poder se conhecem, estabelecem parcerias entre si e apresentam um modus operandi social e financeiro extremamente coeso. E é só essa coesão que possibilita a manutenção ou o aumento do poder desse grupo. Sem ela, o lobismo, os conchavos, as articulações, as artimanhas, as mudanças na lei visando o favorecimento de uma minoria jamais funcionariam como eles pretendem.

Cisões pragmáticas, personalistas, ideológicas, técnicas e políticas; a falta de conhecimento de causa, a negação gratuita e intolerante de discutir, transformar e seguir algumas práticas não-destrutivas e solidárias do outro lado e a separação entre o mundo ‘deles’ e o ‘nosso’ mundo em função da crença na partidarização como se esta fosse a mais importante ou até mesmo a única forma de empoderar a sociedade são o resultado da não-consecução das demandas sociais no Brasil.

Do contrário, como explicar o fato de que houve movimentos muito mais bem-sucedidos do que os nossos em ditaduras com sangrentas guerras civis, mais doença, mais miséria, mais racismo e com uma concentração da mídia de massa ainda mais grave do que a brasileira?

Anúncios
Sobre

Prof. M.S. @heliopaz | @unisinos | @comdig | @agexcom | @jetunisinos | @cultdigitalunis | @gremiosempre | http://bitly.com/tNhPU3

Marcado com: , , , ,
Publicado em ATIVISTAS
Um comentário em “ATIVISMO EM REDE, RS: ENGROSSANDO O CALDO
  1. […] desaparecida agora nos vossos blogs devido aos testes mx quando poder actualizo-me no k conseguir ATIVISMO EM REDE, RS: ENGROSSANDO O CALDO – heliopaz.wordpress.com02/05/2009Embora minha participação seja muito pequena e bastante recente […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

page views
  • 309,080 (d. 12/05/2006)
Free hit counter estatísticas heliopaz.wordpress
comentários
Suzimary em PIRÂMIDE DO CAPITALISMO (…
Ivo Antônio Barra em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
maison pereira lima em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
%d blogueiros gostam disto: