GRÊMIO: COM SORTE, A LIBERTADORES

Um comentário sobre “GRÊMIO: COM SORTE, A LIBERTADORES”

  1. André,

    Isso é uma suposição 100% minha, na base do palpite, caso o GRÊMIO NÃO vá para a LIBERTADORES.

    Se for, creio que o KRIEGER continua com certeza, mas ROTH passa a ser uma incógnita. Eu ainda acho que a queda brusca do GRÊMIO não se deve à uma suposta falta de competência do treinador e nem às decisões que ele tomou há anos atrás pelos vários clubes por onde passou mas, sim, à enorme diferença de maturidade entre um grupo de guris bons porém longe de serem considerados insubstituíveis e de veteranos muito experientes porém instáveis emocionalmente e de pouca qualidade técnica.

    Se o KRIEGER não continuar, eu, Hélio, acredito que o nome de um velho e bom dirigente que anda fora das últimas gestões e que é lembrado mais pelo inevitável fracasso do que pelo seu excelente passado na vitoriosa década de 1980 seria SAUL BERDICHEVSKI. Mas creio que devam tentar um nome menos antigo, que não seja fortemente ligado nem a BANDEIRA, nem a GUERREIRO, nem a ODONE e nem a OBINO.

    Apenas hipotetizando: em caso de uma composição que ignorasse a cornetagem do movimento GRÊMIO INDEPENDENTE e o seu vínculo com a atual gestão, não descartaria nem mesmo ANTÔNIO VICENTE MARTINS, candidato derrotado por DUDA KROEFF – desde que nenhum outro integrante do MGI fizesse parte da gestão do futebol profissional.

    Mas acho MESMO que seria alguém com um perfil parecidíssimo com o do DUDA: 50 e poucos anos, sem presença marcante em nenhuma outra gestão porém sem ser desconhecido e com a vida ganha.

    Quanto ao técnico, se ROTH não ficar e se TITE não permanecer no Tradicional Adversário, acho que TITE tem chances, embora nem eu e nem grande parte da torcida o queira em função de sua máscara (esse, sim, bem mais mascarado do que o KRIEGER).

    Embora eu não goste do perfil desses dois, creio que GENINHO (o preferido do centenário do Tradicional Adversário) e NELSINHO BATISTA podem entrar em uma lista que incluiria (aí, sim, um nome que eu considero bastante) DORIVAL JÚNIOR.

    Não vai fugir muito disso, embora não descarte nem mesmo um mea culpa e a tentativa de trazer VAGNER MANCINI outra vez.

    Por enquanto, é isso.

    []’s,
    Hélio

  2. Hélio, como assim direção de futebol bem diferente?
    O Krieger não continua? Não que eu ache ele ótimo, mas fez sim um trabalho razoável, e o Duda disse que ele ficava… Hélio, tu que está mais próximo do tricolor, se o Krieger e o departamento de futebol sair, quem seria um provável nome? E o técnico, sabes quais nomes agradam ao Duda?
    Saudações

  3. André,

    O time do GRÊMIO é pior do que o de 2007 e muito pior do que o de 2006. A diferença é que este campeonato está mais parelho do que os anteriores porque a qualidade geral caiu muito.

    Também acho que ROTH não fica, pois teve uma bela oportunidade e provou que não sabe motivar o grupo, que exagera nas improvisações e que não dá certo modificar esquema tático nem escalação quando isso compromete o entrosamento em função da quebra da seqüência de jogos.

    Não acho o KRIEGER mascarado, acho o EVANDRO KREBS muito bom fora do futebol e não conheço o suficiente do FERNANDO PINTO para falar dele. Mas 2009 será um ano de plantel, comissão técnica e direção de futebol bem diferentes, sem sombra de dúvida.

    Contudo, não se pode mudar em função do primeiro erro. Nesse ponto, a saída de PAULO PELAIPE e de VAGNER MANCINI ocorreu na hora certa. Mais adiante, teria sido perigosíssimo e absolutamente contraproducente demitir ROTH em meio ao campeonato diante da possibilidade de se contar com um técnico e com alguns jogadores melhores por falta de dinheiro e por causa da janela de transferências européia.

    []’s,
    Hélio

  4. O Grêmio tropeçou feio em casa contra um adversário que luta para sair do rebaixamento e era a obrigação de ganhar essa partida. Piorou mais ainda com a vitória do São Paulo e do Palmeiras.

  5. 2009 com o Celso Roth beeeeeeeeeeeemmmmmmmmm looooooooooooonnnnnnngeeeeeeeeeeeee do Olímpico!!!!!!!!!!!!!!!!! Tem que respeitar a biografia das pessoas, e o Roth, mais uma vez comprovou a sua!!!
    Cadê a voz de comando do vestiário do mascarado do André Krieger? Só o que falta agora é a volta do Evandro Krebs no futebol e do Fernando Pinto nas categorias de base, um é incompetente, e o outro safado e testa de ferro de empresário de futebol! Se isso se conformar, começa mal a gestão do Duda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s