COMUNICAÇÃO MEDIADA POR COMPUTADOR = RESISTÊNCIA PÓS-MODERNA

4 comentários sobre “COMUNICAÇÃO MEDIADA POR COMPUTADOR = RESISTÊNCIA PÓS-MODERNA”

  1. A geração de pessoas que lutaram contra o regime é aquela do hiato entre meus pais (78/75 anos) e meus irmãos (de 47 a 51). Quem tem de 55 a 70 e não se aburguesou é o que temos de melhor como exemplos de cidadania em nossa sociedade.

    Eu tenho 35. Fui a 3 ENECOMs, fui líder de turma em escola pública e meu pai foi presidente da Associação dos Ferroviários Aposentados do RS durante 16 anos, ajudando a melhorar os vencimentos de mais de 6000 aposentados e pensionistas da Viação Férrea e da RFFSA.

    Como o Pai não era de esquerda mas conversava com todo mundo e o conservadorismo dele não era reacionário, hoje entendo bem como a maioria da bancada do PT tá em cima do muro na questão do Pontal e um Beto Moesch da vida está ao nosso lado: as causas são pontuais. Não se pode exigir coerência de uma mesma bancada nem exigirmos que militantes que estejam do nosso lado em 10 causas não estejam com a gente na 11ª.

    É por isso que eu defendo que a esquerda não precisa estar instrumentalizada sob a ordem de um partido e nem tampouco pretenda tomar o poder: o lance é podermos nos misturar e vivermos fiscalizando, reivindicando, cobrando, investigando e denunciando.

    Não dá mais pra fazer política como na década de 1960.

    Aliás, muito me admira que não se apure falcatruas na UFRGS através do Sextante.

    []’s,
    Hélio

  2. Pois é: entrei no site da Câmara e achei as legendas das fotos lamentáveis.

    Mas, enfim… A maioria dos jornalistas entre 20 e 50 anos de idade hoje em dia é conservadora, filha da classe média medrosa, omissa ou oportunista que não lutou na ditadura. Tendo ou não relações estreitas com a oligarquia guasca (traduzindo: os caras que financiam a mídia corporativa), eles só querem saber de tirar o deles da reta e de obterem credibilidade junto ao CONSUMIDOR e ao ANUNCIANTE que sustentam o seu emprego.

    É por isso que sou contra o diploma de jornalista e contra os sindicatos de uma maneira geral, já que eles recebem uma nota em contribuições compulsórias descontadas em folha pra usar advogados apenas eventualmente e não investir em cursos de empreendedorismo p/ajudar os jornalistas a serem produtores independentes, bons negociantes e, acima de tudo, capazes de não deixar a peteca cair.

    []’s,
    Hélio

  3. Hélio,
    Seria importante divulgar a posição de cada um dos vereadores, mesmo que sejam absurdas. Olhei as fotos que postastes e não pude deixar de perceber a “dissintonia” com as manchetes do dia, em relação ao epísódio, que falam como se uma horda de bárbaros tivesse invadido a Câmara. Não posso deixar de ser irônico, ao ver, nas fotos, “terríveis vovozinhas” dando mau exemplo aos seus netinhos, esculhambando na Câmara. Cadê o Mendes que não prende essas perigosas meliantes????

  4. Helio,

    Excelente post, retrata bem o que eu falei para os companheiros ontem em frente à câmara. Temos que nos articular via internet, pois trata-se de um poderoso intrumento de comunicação e informação de que dispomos.

    Orkut, msn, blogs, comunidades de discussão: todas essas ferramentas são essenciais para a luta comunitária e popular nos dias de hoje.

    abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s