SÁBADO 19/07/2008, 10h, BRIQUE DA REDENÇÃO, POA

15 comentários sobre “SÁBADO 19/07/2008, 10h, BRIQUE DA REDENÇÃO, POA”

  1. Atos como esses são louváveis, pena que não poderei estar aí na data marcada, mas quero fazer uma proposta, criar uma campanha com este tema para divulgação na internet, posso divugá-lo no meu blog eem dois outros que são de amigos meus. Pense no assunto, e lembre-se do selo. Envie a resposta por e-mail.

    Atenciosamente agradeço
    aurasacrafames.blogspot.com

  2. Alvaro,

    Eu até preferia que fosse no domingo. Todavia, o Eduardo Guimarães, presidente do MSM, marcou para o sábado em São Paulo e já divulgou a data em muitos fóruns mais do que eu.

    Como muitos blogueiros estão divulgando e já há selos e banners para publicar nos blogs, ficaria confuso e desorganizado mudar a data.

    Tomara que tu possas aparecer. Do contrário, a gente faz caminhada recebendo a energia positiva de todos os que gostariam de comparecer mas, por um motivo ou outro, infelizmente, não puderem estar com a gente.

    []’s,
    Hélio

  3. Cláudia,

    Corrigi o possível. Sábado, dia 19/07, 10h, concentração defronte ao Monumento ao Expedicionário. Ato pacífico.

    Não é pra coibir ou não querer que partidos, ONGs, sindicatos, etc. participem – muito pelo contrário. Só que o foco não são as palavras de ordem deles mas, sim, as do objetivo do movimento.

    Infelizmente, 88% da população é urbana. POA possui uma das maiores classes médias dentre as capitais. Ela não é mais a principal formadora de opinião da sociedade, mas não deixa de ser um termômetro, pois ela também ajuda a definir a pauta da mídia corporativa (esse é o erro do desconhecimento de Teoria da Comunicação por parte de vários movimentos sociais – a discussão não é por financiamento do governo nem pelo tipo de equipamento técnico – são temas relevantes que não podem ser esquecidos; porém, é o empoderamento e o alcance 100% Brasil que mais importam e falta insistir com mais contundência nessa tecla – mas esse é um outro papo).

    Se cada um quiser fazer o que bem entender no parque ou na rua (isso inclui não querer participar do ato), deve ter liberdade plena de movimento.

    Tem que experimentar. O Eduardo Guimarães movimentou muito pouca gente em SP e no RJ porque ele não tem tempo de fazer divulgação e não possui muitos links significativos na blogosfera.

    E, desta vez, o tema é mais genérico. A essa altura dos acontecimentos, explicar que o que as pessoas vêem na TV, ouvem no rádio e lêem nos jornais seria algo muito complexo: é fora Gilmar Mendes, cadeia no Dantas e fora jornalistas vendidos ao esquema.

    Se der certo, em outra oportunidade, aí pode-se optar por temas mais profundos. ;)

    Besos e boa viagem,
    Hélio

  4. Hélio, não precisa reunião prévia. Basta marcar hora e local para esta reunião (já foi assim em 2002). Será difícil não aparecer bandeiras de várias colorações partidárias, porque a turma está em campanha e não deve ser rechaçada por isso. Eu esatrei viajando, torço pela mobilização.
    A palavra “ordeiro” causa ruídos em meus ovidos, não gosto dela. Prefiro “ato pacífico”, cujo princípio é o da civilidade, onde se acordam não fechar ruas, não xingar Yeda, nem quetais, e deixar os carros, ícones da classe média, poderem circular livremente (outra preocupação que me dá arrepios, a de deixar os carros passarem – argh!).
    Só não sei como não relacionar o Gilmar mendes a esta corja que é o PSDB e seus eleitores, provavelmente os andadores de carro quase zero km.
    :-)
    Irei replicar a tua convocação. Estarei viajando neste sábado, aguardo pelas fotos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s