POLÍBIO BRAGA, NOVA CORJA, JUSTIÇA E BLOGOSFERA

8 comentários sobre “POLÍBIO BRAGA, NOVA CORJA, JUSTIÇA E BLOGOSFERA”

  1. Como alguém pode ter alguma isenção sendo patrocinado. Isto não exite. Só ingênuos acreditam nisto. O jornalismo no Brasil infelizmente é comandado por uma multidão de que de isento não tem nada. Hoje no país se pratica a libertinagem de imprensa e não a liberdade de imprensa. Quem arrota que quer liberdade de imprensa neste país está envolvido e acobertando as maiores maracutaias que já existiram neste país e ainda estão existindo. A yeda não caiu ainda, porque toda a nossa imprensa é comprometida com os verdadeiros donos do poder que são as empresas que patrocinam estes senhores!!!

  2. é – eu também fico com essa pulga dos patrocinadores do blog. não é um portal (uma empresa); é o site de um jornalista.

    a ação toda, relatada no Nova Corja, é patética. ele mesmo causou o que aponta – levantando uma fresta sobre o teor de informações em pen drives circulando por aí. a reação por aí parece ter sido bem essa mesmo – apontar o ridículo do ocorrido.

    tenho que postar isso também :)

    abraço!

  3. Boa noite, Lu!

    Obrigado pela informação. De qualquer forma, isso tudo depende muito de se o juiz que irá julgar a próxima fase do processo será o mesmo ou não.

    Infelizmente, assim como no futebol, no direito também há uma série de leis que dependem de um juízo meramente subjetivo.

    Descobri outros blogueiros/jornalistas/advogados profissionais e experientes gaúchos cujos blogs apresentam exatamente o mesmo perfil do blog de Políbio Braga, inclusive com os mesmos patrocinadores na maioria deles.

    Pergunto: qual a ética e o comprometimento desses jornalistas com seus patrocinadores e com os valores que estes defendem a fim de ver seus negócios prosperarem?

    []’s,
    Hélio

  4. Boa noite!

    Motivada por seu texto, acabei de fazer uma pesquisa no site do TJ/RS. Foi indeferida apenas a antecipação da tutela, ou seja, a possibilidade de o senhor Políbio ter seus pedidos atendidos sem um maior exame do caso, em caráter provisório. A ação, no entanto, continua, cabendo à Nova Corja contestar as alegações do Políbio.

    Em outras palavras, a sombra da censura ainda não se dissipou…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s