FEIJÓ NÃO PODE ASSUMIR PIRATINI

Apesar da esperança de diversos comentadores do RS URGENTE e de outros blogs, pessoalmente creio que a luta não terminará nem em caso de impedimento de Yeda. A única possibilidade de haver esperança para o RS seria uma alteração na lei eleitoral, terminando com o dispositivo que faz o vice assumir, convocando novas eleições em 120 dias, na qual NENHUM deputado com mandato em vigor, seja de que partido for para dar mais transparência ao processo, poderá ser candidato.

Senão, FEIJÓ irá fazer ainda pior: mesmo que a corrupção venha a ser reduzida (o que não acredito), o empresariado guasca lotearia o RS, multiplicando exponencialmente a verdade que afirma “Nos unimos para capitalizamos os lucros cada um por si pegando o máximo que pudermos e brigamos para socializar o prejuízo com o Estado.”

NÃO SE ILUDAM: O QUE É CATASTRÓFICO PODE SE TORNAR UMA HECATOMBE UNIVERSAL.

Por isso, a campanha com selo a ser publicado durante o sábado:

SUPLENTE DE SERPENTE, PEÇONHENTO É. NOVAS ELEIÇÕES JÁ!

Blogged with the Flock Browser

Tags: , , , , , , , , , , ,

Anúncios
Sobre

Prof. M.S. @heliopaz | @unisinos | @comdig | @agexcom | @jetunisinos | @cultdigitalunis | @gremiosempre | http://bitly.com/tNhPU3

Marcado com: ,
Publicado em ATIVISTAS
10 comentários em “FEIJÓ NÃO PODE ASSUMIR PIRATINI
  1. Douglas Bresolin disse:

    Na questão do “Impeachment” do governo (Yeda e Feijó) existe uma clara situação:
    Já é comprovado, só não enzerga quem não quer, que houve desvio de verba pública para financiamento desse governo. Logo, não só Yeda, mas Feijó também foram corruptos, a campanha era a mesma.

    Sobre o quadro da assembléia legislativa, tem muita discussão entre os partidos ainda. Mas com o aumento da pressão popular, encabeçada pelos movimentos sociais, principalmente estudantil, os partidos que estão com “medo” de se posicionar a favor do impeachment vão ter a segurança que precisam. O importante nesse momento é que as pessoas saiam para as ruas para se manifestar contra esse governo neo-liberal que que entragar o patrimônio público e roubar o dinheiro do povo.

    Com relação ao Banrisul, CEEE e outras estatais é bem simples. Tem desvio? Tem sim. Mas na venda dessas estatais para a iniciativa privada, não haverá desvalorização, dinheiro pego em “comissão” por quem está vendendo? Haverá e muito. Há um histórico sobre as privtizações, onde as empresas privatizadas vão a preço de banana para impresários, que na maioria são empresários estrangeiros, que vão levar o dinheiro que é do povo gaúcho para seus países. O Banrisul hoje é uma das pernas que mantém de pé o RS. Não podemos aceitar que os neo-liberais entreguem o patrimônio gaúcho para empresários, isso só beneficia os ricos, e como sempre, a classe trabalhadora fica no prejuízo.

    Não as privatizações! Não aos neo-liberais!

    Sim a investimento público, ao fortalecimento das estatais! Sim ao povo! Sim a mais verba para educação, para saúde, para segurança!

    Fora Yeda e Fora Feijó!

    Impeachment já!

  2. Eugênio,

    O arranjo foi feito para mantê-la no poder, porém com menos autonomia e poder do que ela sempre achou que tinha antes do escândalo.

    Enfim… Se não rolar nova eleição, prefiro que ela continue a fazer muita merda no governo, pois, com Feijó, seria muito pior.

    Torço contra o RS e os gaúchos? De forma alguma. Estou pensando na minha ideologia? Si, pero no mucho: meu sentimento não é de alegria nem de “eu já sabia” mas, sim, de não tem mais volta, não há esperança, as pessoas e as forças que compõem esse governicho são sempre as mesmas.

    Não há como torcer a favor nem contra do que não existe para essa casta, que eu chamo de possibilidade de reabilitação.

    Sad but true, como diria a genial canção da Metallica.

    []’s,
    Hélio

  3. Paz e bem!

    Tem muita água pra rolar ainda,
    mas parece que houve um acerto entre as partes:
    Yeda x PSDB, PMDB, PP, PTB, PPS

    A governadora deixa de tentar gerenciar
    seu “novo jeito de governar”,
    dá efetivo espaço governativo aos partidos
    e os partidos deixam de fustigar a governadora.

    O novo comandante da Brigada
    já é um sinal disto.

    Se este acordo vai durar,
    são outros quinhento$.

    Por sinal duvido que mantenham
    o acordo sobre a presidência da Assembléia Legislativa
    nestes quatro anos.

  4. Miguel,

    Acho prematuro e desnecessário rotular o Maia à imagem e semelhança das pessoas as quais ele endossou para representá-lo. No caso, se ele está satisfeito, decepcionado, acha que merecem outra chance ou, ainda, que nada foi provado contra eles, são outros 500. ;)

    Eu sou de esquerda, mas não sou petista. Por simpatia, por necessidade e por crença, infelizmente, ainda não surgiu nenhuma opção melhor para defender aquilo em que acredito. Há uma série de contradições em todo e qualquer pólo político que justificam a existência e o debate entre opostos. Ao mesmo tempo, por questão de interesse, há até pontos em comum. Apesar disso, não votaria na direita e não aceitaria uma aliança com a direita.

    Isso posto, também condeno as palavras completamente descabidas que o Maia pronuncia a teu respeito eventualmente. Eu posso ser veemente, posso errar e posso ser parcial, como todo mundo é. Mas não vejo nenhum aprendizado ou progresso quando há bate-boca ou acusações infundadas entre amigos que vêm até o PALANQUE DO BLACKÃO para dizerem aquilo que pensam sobre o que eu escrevi ou sobre o que outros comentaram.

    Minha opinião pessoal: mesmo que a Justiça não tenha encontrado nada contra José Dirceu, como ele saiu do governo e não obteve defesa incondicional de seus atos supostamente suspeitos dentro do próprio PT, mostrou a sua verdadeira cara ao utilizar informações obtidas da Casa Civil para ganhar muito dinheiro prestando consultoria a empresários graúdos.

    Qual a diferença dele para a corja do FHC?! NENHUMA.

    Alguma dúvida de que José Dirceu está por detrás do dossiê?

    Esse cara não me compra.

    []’s,
    Hélio

  5. miguel grazziotin disse:

    Sinceramente,
    Esta Maia acha que aqui exsitem ingenuos. Pede para nao juilgar a Yeda sem provas e ao mesmo tempo afirma que a Dilma roubou 5 milhoes com o Ze Dirceu. Até o mundo mineral sabe que o PIG quer por que quer achar algo para detonar a Dilma, pois vão perder a eleiçao DE NOVO, e qualquer um sabe que Zé Direceu e Dilma são agua e azeite; Caro Maia, ja disse isto, vá procurar sua turma seu corrupto mentiroso….
    Deveria se envergonhar de defender estes ladroes.Houve ROUBO NO DETRAN, é um fato e viva com ele, pois quem defende ladrao tambem é ladrao!!

  6. Guilherme,

    Sei disso. Contudo, Yeda não irá renunciar e nem tampouco Feijó. Yeda costurou sua base a ponto de, apesar da falcatrua, estar segura de que jamais terá 2/3 da Assembléia contra si (agora, ela possui 3/4).

    A figura do impedimento é falha, pois mantém as mesmas forças corruptas no poder sem que o eleitor tenha o direito ou a possibilidade de rever a sua escolha. Além disso, o presidente da ALERGS também pertence à mesma aliança que sustenta a desgovernadora e sua corja de ladrões.

    Ora, se é mais fácil destituir a pessoa do que o poder formal e informal que sustenta tanto as realizações quanto a pilantragem, o sistema é mais falho ainda.

    []’s,
    Hélio

  7. Guilherme M. disse:

    Blakão, na falta de Yeda, uma possível renuncia de Feijó abriria novas eleições. Isso é o que acontece na falta da Governadora e do Vice antes de 2 anos do mandato. Só a partir do 3ª ano, que pode assumir o Presidente da Assembléia.

  8. Carlos Maia disse:

    Hélio, a mídia não vai cair na irresponsabilidade de crucificar Yeda enquanto não tiver uma prova forte, robusta e inconteste do seu envolvimento. Se o Lula não sabia das articulações do Zé Dirceu no mensalão, porque Yeda deveria saber? Se o Lula não sabe que seu compadre ganhou 5 milhões de reais interferindo nos negócios da Varig, com a participação da Dilma, por que a Yeda deveria saber de tudo. Falcatrua privada dá danos materiais ao dono do capital; Falcatrua pública gera danos ao povo, porque é o dinheiro publico. Para que serve o Banrisul, Hélio? Pergunte ao povo de SP se eles têm saudades do Banespa? Pergunte ao povo do PR se eles têm saudade do Banestado que também sofreu todo tipo de fraude. Está na hora sim do povo do RS refletir sobre suas estatais. Por mim, CEEE, Banrisul, Procergs deveriam ser TODAS PRIVATIZADAS. É a melhor forma de estancar de vez a roubalheira, a picaretagem, o empreguismo, as falcatruas políticas que SEMPRE OCORRERAM NESSAS ESTATAIS. E se a CRT não tivesse sido privatizada. Alguém tem saudades da antiga CRT???? Ela também estaria nessa farra.

  9. MAIA,

    Não é porque existe patrimônio público que o serviço público não possa ou não tenha como ser prestado com qualidade e honestidade. Não é porque o estado precisa arcar com seus custos que empresas cobrariam menos para realizar o mesmo serviço com melhor qualidade (já está provado não neste caso, mas desde a década de 1970, quando começaram as terceirizações nas estatais – o custo dos fornecedores triplicou – isso é fato).

    Da mesma forma, deve existir uma contrapartida, isto é, um exemplo de administração e de competência na prestação de serviços, na logística e na gestão do dinheiro através de algumas empresas públicas que balizem e sejam balizadas, fiscalizem e sejam fiscalizadas pelo bem fazer de suas atribuições na comparação entre essas empresas públicas e suas concorrentes privadas.

    Há zilhões de mecanismos possíveis de se efetuar toda sorte de falcatrua em qualquer instância, seja ela pública ou privada. O que não pode é demonizar um dos lados exigindo a sua extinção para o outro reinar absoluto.

    Os dois modelos de relação público-privado exemplificados pela BBC e pelos mecanismos que regem as empresas privadas que desejam entrar na China são extremamente positivos.

    Yeda não irá renunciar. Mas o impeachment também não é a solução, pois há, sim, como Feijó e seus parceiros terminarem o serviço de enterrar o RS.

    Conforme eu já previra, a mídia corporativa vai safar Yeda E exaltar Feijó como um paladino da justiça, da moral e dos bons costumes. Prova disso é que minha mãe de 75 anos acha que a compra da casa da Yeda não tem nada de mais; ela acha que o Busatto tem razão e acha que o Feijó ‘só fez cagadas’ desde o começo.

    Em uma coisa, concordo contigo: abrir o leque dessa discussão. Mas tal debate amplo e diversificado deveria significar principalmente romper a barreira do pensamento neoliberal.

    Feijó mente quando diz querer preservar o Banrisul. Yeda apenas manteve o Banrisul público porque seus amigos (a corja que domina a política gaúcha desde a ditadura militar, cujo ápice começou em Britto e ainda acho cedo para dizer que seu fim está próximo) precisam dessa grana para manter o “modus vivendi” desses pobres coitados, como disse o canalha-mor Busatto.

    Se – e somente se – houver um PLEBISCITO não-orquestrado pelo poder do capital interessado em apenas se adonar das empresas públicas (inclua-se aí a RBS, patrocinada por bancos, latifundiários, etc.) para constituir monopólio e vender serviços caríssimos assim como no caso das teles, é o eleitor quem deverá decidir pela privatização ou pela federalização.

    Neste caso, todos os candidatos deverão ser minuciosamente investigados.

    À base do canetaço e da doutrina neoliberal, considero inadmissível.

    []’s,
    Hélio

  10. Carlos Maia disse:

    Hélio, Yeda não vai renunciar. Feijó não vai assumir. A oposição vai fazer barulho e tudo vai ficar como está. Mas o debate é bom e o momento é propício para discutir o que efetivamente importa. O cerne da questão é o mesmo do mensalão dos aloprados no governo federal: financiamento de campanha e de projetos políticos via estatais. Sempre foi assim, as estatais são usadas pela politicagem para empregar companheiros, militantes, apadrinhados que pagam dízimo ao partido e que sustentam os governos. E é exatamente isso que temos que discutir. Isso não é o certo, isso não é o correto, isso não é o justo. Está na hora de se aprofundar o debate. O RS precisa do Banrisul? Hoje, no Brasil, nenhum Estado importante tem banco estatal. Não contra Banco Estatal, mas não vejo nenhum motivo para o RS, um Estado Federado, ter um banco. Banrisul serve exatamente para isso; para a politicagem, para a picaretagem. Se não querem privatizar o Banrisul, entregue para o Banco do Brasil. O RS precisa largar o Banrisul e vender a outra parte da CEEE. O fundamental é abrir o leque dessa discussão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

page views
  • 309,495 (d. 12/05/2006)
Free hit counter estatísticas heliopaz.wordpress
comentários
Suzimary em PIRÂMIDE DO CAPITALISMO (…
Ivo Antônio Barra em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
maison pereira lima em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
%d blogueiros gostam disto: