TÉCNICOS E FALTA DE CONVICÇÃO

Um comentário sobre “TÉCNICOS E FALTA DE CONVICÇÃO”

  1. MARCOS: se diversos conselheiros se degladiam falando uma série de barbaridades uns para os outros e, depois, acabam trabalhando juntos, não é porque um técnico utilizou o velho argumento de advogar em causa própria condicionando a arbitragem e chamando a mídia para o seu lado que ele não serve para um clube.

    É muito diferente de ofender a agremiação de maneira generalista e chula. Nesse caso, concordaria contigo. Mas o que ocorreu naquele episódio foi como eu descrevi acima.

    É preciso lembrar, ainda, que Tcheco é um jogador desequilibrado.

    Esse, sim, não quero que volte.

    []’s,
    Hélio

  2. Caio Júnior, é aquele que armou a papagaida com o Valdívia, anopassado do “Grêmio violento” e na coletiva do pós-jogo, cuspiu no prato que comeu, da mesma maneira que o Paulo Roberto coelhinho fez na nossa queda em 91

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s