ARENA: NÃO HÁ ALMOÇO GRÁTIS

Estive em férias durante a definição pelo Humaitá como local de construção da ARENA DO GRÊMIO e não me preocupei nem em acompanhar a mídia corporativa, nem em estabelecer contato à distância com meus conhecidos mais ligados à administração do clube. Afinal de contas, férias são férias. E, como associado que sou, por não ser jornalista e pelo fato de o APITO DO BLACKÃO não ser remunerado, também não tenho a menor obrigação de correr atrás da notícia.

Mesmo assim, a minha preocupação com o futuro existe. Como eu mesmo que, no início, era contrário ao projeto por total falta de confiança em sua transparência devido à impressão inicial (baseada não em informações confiáveis mas, sim, na minha intuição – que pode falhar), procurei pesquisar e concluí que era mesmo necessário construir um novo estádio em função não do mero conforto e nem tampouco de o clube aparentar uma entrada na contemporaneidade mas, sim, por questões de segurança, conforto, visibilidade e de fazer valer cada centavo do ingresso ou da mensalidade.

Postei não apenas as várias maquetes virtuais ou fotos de vários estádios mundo afora: procurei encontrar também opiniões, notícias e fotos dos estádios já realizados.

Não estou agourando o projeto. Mas é extremamente difícil crer que o Brasil, o Rio Grande do Sul, Porto Alegre e o GRÊMIO, infelizmente tão desvalorizado em função de suas pesadas dívidas e de notícias que repercutiram no mundo inteiro a respeito das sucessivas crises que nos levaram à Série B em 2005 tenha um poder político, financeiro e, acima de tudo, de sedução (em todos os sentidos) superior ao de clubes muito mais ricos e com torcida e empresariado muito mais influentes do que os que apóiam o EXÉRCITO DE FERRO COM A ALMA CASTELHANA.

Não é nem uma questão de ter ou não ter dinheiro, de ser o GRÊMIO, a GRÊMIO EMPREENDIMENTOS ou a TBA/OAS que irá lucrar mais ou menos, nem tampouco de em quanto tempo a ARENA irá se pagar: minha maior preocupação é com uma frase pronta que se encaixa perfeitamente ao projeto:

NÃO EXISTE ALMOÇO GRÁTIS.

O que isso quer dizer? Que, no mundo capitalista dos negócios (o chamado ‘mercado’) ninguém faz nada por benevolência ou altruísmo. Isso não é uma acusação, é uma mera constatação: afinal de contas, se eu dou alguma coisa antes de receber, é sinal de que, mais adiante, eu quero que essa pessoa ou instituição que mereceu o meu investimento me pague de alguma forma. Em um primeiro momento, quem tem mais pode mais. Normalmente, isso significa que a parte mais rica sabe que pode faturar muito em cima da parte mais pobre, de tal sorte que a parte mais pobre normalmente aceita qualquer proposta por causa da sua situação de penúria.

Antes que algum leitor mais afoito ponha na minha boca ou no meu texto palavras que eu não disse, nada prova que alguém agiu de má fé, nem tampouco que o GRÊMIO foi pouco esperto: simplesmente foi a oferta e a proposta possível…

…De acordo com o MODELO DE NEGÓCIO formatado provavelmente pelo vice de administração Eduardo Antonini e endossada pelo presidente Paulo Odone possivelmente após o conhecimento da sugestão protocolada pelo agora conselheiro fiscal Roberto Sommer há alguns anos atrás.

Esse modelo já está definido. Foi aprovado por mais de 200 conselheiros. Em termos políticos, o PROJETO ARENA significa um futuro longo e atuante para a manutenção e para o crescimento do MOVIMENTO GRÊMIO NOVO no poder. Trata-se de um grupo que trabalhou muito, com muita qualidade, agilidade, profissionalismo e rapidez. Sua competência e a quantidade de serviços prestados para o clube em um espaço de tempo tão curto já superam o trabalho de todas as facções antigas formadas pelos capitães hereditários no mesmo número de anos.

Se pensarmos única e exclusivamente nas realizações econômicas e administrativas, a ARENA, caso venha mesmo a se realizar sem sobressaltos e sem prejuízo para o clube, terá sido um projeto amplamente vitorioso e incomparável do ponto-de-vista histórico. Porém, não vejo absolutamente nenhuma iniciativa em torno do SENSÍVEL, do AFETIVO, da EXPERIÊNCIA E DA FRUIÇÃO COLETIVA de ser gremista e de investir dinheiro no GRÊMIO sem poder freqüentar o ESTÁDIO OLÍMPICO MONUMENTAL ou a futura ARENA, que seja.

Esse deveria ser o grande projeto de marketing e de fidelização, pois não é suficiente para nenhum torcedor ostentar uma carteirinha de sócio do clube por mero status ou pra satisfazer o seu ego. Nem mesmo a questão da identidade (ser gaúcho ou ser tricolor estando fora de Porto Alegre ou do RS) é suficiente. Isso porque o GRÊMIO como clube não tem nada a oferecer além do futebol, do botonismo e do judô: um clube deve oferecer piscinas, quadras esportivas, etc. O tradicional adversário tem seu Parque Gigante, enquanto nós, órfãos de uma piscina de dimensões irrelevantes e sem direito a quadras esportivas ou churrasqueiras para recreação de homens e mulheres de todas as idades, temos que utilizar as dependências do GRÊMIO NÁUTICO GAÚCHO.

Eu preferia a ARENA no mesmo lugar onde hoje fica o OLÍMPICO não por questões afetivas mas, sim, porque o bairro Humaitá não irá se desenvolver como ZERO HORA disse que iria se desenvolver em função da presença do clube naquele bairro. Um shopping center, um conjunto empresarial e um estacionamento enorme não irão desenvolver o bairro nem tampouco trazer esperança de melhora de vida e nos negócios dos pequenos botequinhos da região, pois os freqüentadores do complexo da ARENA irão comer em um MacDonald’s, em uma Petiskeira, em um Riverside’s. Eles não terão que deixar o complexo para buscar lojas e praça de alimentação no bairro Humaitá.

Além disso, há uma favela muito perigosa naquela região, que nem a Brigada Militar tem coragem de encarar. Por um lado, valorizará os imóveis dos condomínios já existentes e também em construção naquela área da cidade. Por outro, forçará uma torcida possivelmente mais elitizada (já que é praticamente impossível evitar que o clube mantenha-se com um perfil mais popular dentro do estádio) a criticar o clube e o poder público em função de uma quantidade maior de assaltos em relação à Azenha.

Claro que já se pensou nisso. Só que a rede social de muitos conselheiros e da diretoria gremista envolve uma visão política excludente, para a qual o cidadão só interessa se tiver capacidade de consumir os produtos do clube. PP, PMDB, PPS, DEM, PSDB, PTB estão no governo do Estado e na Prefeitura de Porto Alegre neste momento e predominam dentro do Conselho. Esse “novo jeito de governar” e essa pretensa forma de “melhorar o que estava ruim e manter o que estava bom” revela-se como uma forma de quebrar a administração pública, entregando-a para os “amigos” e favorecendo a especulação imobiliária em detrimento da qualidade de vida e do desenvolvimento sustentável.

Que tal deixar de decidir um pouco as coisas do clube a partir de magistrados, economistas, administradores e publicitários e tentar investir na opinião de psicólogos, assistentes sociais, sociólogos, biólogos e pedagogos?

Blogged with the Flock Browser

Tags: , , , , , , , , , , , ,

Anúncios
Sobre

Prof. M.S. @heliopaz | @unisinos | @comdig | @agexcom | @jetunisinos | @cultdigitalunis | @gremiosempre | http://bitly.com/tNhPU3

Marcado com: ,
Publicado em ATIVISTAS
Um comentário em “ARENA: NÃO HÁ ALMOÇO GRÁTIS
  1. Claudiopoa disse:

    É claro que não existe almoço grátis, mas creio que o Grêmio será muito beneficiado com a construção do Complexo da Arena na região do Humaitá. Os investidores estão interessados em entrar num mercado, a região metropolitana de Poa, que tem a segunda renda per capita do Brasil ( R$ 20.000,00), só perdendo para região de SP. Para isso, querem utilizarar como âncora do negócio a Arena do Grêmio, clube mais popular fora do eixo RJ-SP.

    O clube será beneficiado, não só em termos reputação por ter um estádio modernos, mas por ter acesso diário a consumidores, torcedores e sócios entre os frequentadores do Complexo cada vez mais dispostos a gastar em lazer. A região do Humaitá é adequada por ser facilmente acessada por pessoas da região metropolitana e as regiões ricas de Caxias do Sul e Santa Cruz do Sul. Tem o trensurb, a BR-116, a BR-290 e outras vias de fácil acesso, além disso fica na entrada de Porto Alegre, visível para quem chega a capital seja de carro, trem ou avião.

    Os torcedores, ao serem bem tratados numa Arena nova, também serão beneficiados. Por que nos torcedores devemos nos sujeitar a frequentar um lugar sem condições: sentados no concreto, sem um banheiro limpo; sem estacionamento , transporte e vias de acesso adequadas.

    O futebol, hoje em dia, é muito caro e não quero que meu time seja um time de segunda linha no Brasil e no mundo; não quero que fique contando com a sorte e a criatividade para montar bons times. Bons times custam caro. Se o preço para chegarmos a um patamar de disputar títulos com os melhores clube do mundo for uma maior elitização do clube, acredito que todos os gremistas conscientes estarão dispostos a pagar o preço. Queremos que o nosso time tenha todas as glórias possíveis e não aceitamos ficar na mediocridade. Que os investidores fiquem com os lucros, desde que o Grêmio consiga mais títulos e mais reconhecimento.

  2. João disse:

    O que houve e está havendo é o aproveitamento da preguição, excesso de compromissos externos e omissão do presidente para dar a impressão de que certas pessoas estão fazendo grande coisa. É só impressão porque a verdade é o inverso.
    Pela inexperiência causaram um baita prejuízo para o Grêmio na questão do preço do terreno do Humaitá, terreno gratuito da zona norte e etc. e etc.
    Foi visível a falta de conhecimento das forças de mercado. A utilização delas que seriam a favor do Grêmio foram trocadas pela ansiedade de aparecimento na mídia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

page views
  • 309,065 (d. 12/05/2006)
Free hit counter estatísticas heliopaz.wordpress
comentários
Suzimary em PIRÂMIDE DO CAPITALISMO (…
Ivo Antônio Barra em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
maison pereira lima em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
%d blogueiros gostam disto: