CAMELÓDROMO, CONDUTO, LOJISTAS E SEGREGAÇÃO

A obra do Camelódromo é outro projeto que não serve para outra coisa senão gerar mais exclusão, privilegiando apenas alguns poucos camelôs e jogando outros de volta para o desemprego e para a marginalidade. Nem mesmo a questão do prejuízo de faturamento do comércio formal do Centro será resolvido, pois foi escolhida por esta administração a política do “cobertor curto”: favorece a Rua da Praia, mas, em função da proximidade com a Voluntários da Pátria, prejudica o faturamento do comércio daquela região mais próxima dos ônibus.

Trata-se de mais uma solução elitista, pois atualmente as poucas pessoas de classe média e alta que circulam por lá dão preferência à Rua da Praia (Andradas) e imediações entre a Annes Dias, a Borges de Medeiros, a Salgado Filho e a Praça da Alfândega.

Para deleite de boa parte da mesma população beneficiada pelo conduto, a “chinelagem” foi transferida para a parte do Centro onde só circulam  as “dosas”, os “carroceiros” que, sob esse ponto-de-vista, deveriam ser sempre os consumidores preferenciais dos camelôs que, além de atrapalharem a passagem do fluxo de pedestres nas calçadas e de dar prejuízos às poucas lojas “bonitas” e “de marca”. Agora, prejudicar aquelas lojas com locutores berrando ofertas e oferecendo roupas “bagaceiras”, pode.

No Rio de Janeiro, cidade onde morei durante 10 meses e onde passarei 12 dias a partir desta sexta em merecidas férias pela 6ª ou 7ª vez desde meus 18 anos incompletos, a quantidade de camelôs (mesmo irregulares e perseguidos pela fiscalização) e de lojas populares é da ordem de algumas dezenas de vezes maior do que aqui em Porto Alegre. Lá, a classe média das zonas norte (Tijuca, Rio Comprido) e sul (Glória, Catete, Flamengo, Botafogo, Laranjeiras, Cosme Velho, Copacabana) e, se bobear, até mesmo os ricos mais “descolados” de algumas regiões privilegiadas (Ipanema, Leblon, Humaitá e Gávea) se misturam normalmente e pagam bem mais barato exatamente pelos mesmos produtos encontrados nos centros de compras Botafogo Praia Shopping, Rio Sul, São Conrado Fashion Mall, BarraShopping, New York e Iguatemi.

Depois, não querem que eu fale mal da classe média guasca, que vive comendo galinha e arrotando faisão…

A questão envolve vários interesses e prejudica a muitos comerciantes honestos. No entanto, as grandes redes que atuam tanto no Centro como nos shoppings são as privilegiadas de sempre, pois pertencem a famílias “colunáveis” de Porto Alegre, com diversos ex-prefeitos, ex-vereadores e ex-secretários municipais que pertencem a essa ampla rede social que engloba exatamente as lideranças simbólicas, empresariais e econômicas mais antigas, que moram exatamente…

…Nos 11 bairros e nas imediações da região contemplada pelo conduto Álvaro Chaves-Goethe!!! São os seus filhos e netos ainda mais neoliberais do que eles os que habitam os bairros emergentes, em um fenômeno parecido com o Rio de Janeiro: Bela Vista e Boa Vista são os equivalentes à Barra da Tijuca e ao Recreio dos Bandeirantes, sem tirar nem pôr.

Para eles, tudo tanto fez como tanto faz. E eles fazem parte tanto da nova “elite” econômica como política da cidade. Estes são, bem mais do que seus pais e avós, os maiores interessados na segregação comercial da cidade, pois sofrem uma influência consumista e alienante da mídia muito maior do que a dos antigos.

Blogged with the Flock Browser

Tags: , , , , , , ,

Anúncios
Sobre

Prof. M.S. @heliopaz | @unisinos | @comdig | @agexcom | @jetunisinos | @cultdigitalunis | @gremiosempre | http://bitly.com/tNhPU3

Marcado com:
Publicado em ATIVISTAS
Um comentário em “CAMELÓDROMO, CONDUTO, LOJISTAS E SEGREGAÇÃO
  1. Cesar disse:

    Quando as pessoas se omitem, dá nisso.
    No Fórum de Entidades que acompanha e pode opinar a Revisão do Plano Diretor da cidade, praticamente não tem movimentos nem entidades de vilas mais populares.
    Nem de entidades comunitárias.
    Receberam convites mas… poucos vão.
    Em resumo: o futuro da cidade estará nas mãos da indústria da construção civil ou… da classe média mais organizada.
    E agora?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

page views
  • 309,583 (d. 12/05/2006)
Free hit counter estatísticas heliopaz.wordpress
comentários
Suzimary em PIRÂMIDE DO CAPITALISMO (…
Ivo Antônio Barra em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
maison pereira lima em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
%d blogueiros gostam disto: