GOVERNO LULA: BREVE BALANÇO

Como a PF sob a gestão do presidente Lula é, “pela primeira vez na história deste país”, verdadeiramente REPUBLICANA, ela primeiro investiga sem jamais fazer pré-acusações. Se as suas conclusões levarem a alguma transgressão da lei, indiciará a quem quer que seja, punindo TODOS os responsáveis, independentemente se estes fizerem parte da rede social do atual governo ou da rede social da oposição.

Tal procedimento nada mais é do que a obrigação e o sentido primordial da existência da instituição. Seu trabalho correto significa respeito com o dinheiro público, valorização e honra dos impostos que pagamos e, acima de tudo, uma grande lição de cidadania. Afinal de contas, os direitos devem sempre ser iguais PARA TODOS, independentemente de ideologia, partido, entidade de classe, tipo de instituição a qual pertence, sindicato, cooperativa, ONG, empresa, raça, credo, sexo ou tamanho do bolso.

Até o momento, as conclusões das invstigações da Polícia Federal e os julgamentos já feitos pelo Judiciário NADA apontam contra vários integrantes e ex-integrantes de diversos escalões do PT. E a Polícia Federal achou muita coisa suja na direita, seja no escândalo envolvendo a empresa sonegadora e contrbandista onde trabalhava a filha do ex-candidato à presidência da repúbllica Geraldo Alckmin (Daslu), seja na sonegação de impostos de vários latifundiários graúdos no MS.

Por outro lado, o caixa dois chamado “mensalão” foi muito menor do que os escândalos das privatizações das teles (Daniel Dantas está mais sujo do que pau de galinheiro, Itamar Franco revelou recentemente à Gazeta Mercantil como FHC foi eleito, a CIA teve ampla facilidade de atuação no país durante os anos neoliberais tucano-pefelês) e a manipulação do dossiê contra os peessedebistas (o caso da máfia das ambulâncias), cuja foto do dinheiro foi orquestrada por um delegadozinho vendido que havia combinado exclusividade com a Globo por intermédio de relações indiretas com coordenador de campanha do PSDB (procurem por um trecho da matéria investigativa disponível no site da revista CAROS AMIGOS).

Isso posto, até o presente momento, o que resultou na suspensão dos direitos políticos do deputado federal e ex-chefe da casa civil José Dirceu e na substancial perda de poder e de credibilidade de parlamentares petistas como o senador Aluisio Mercadante e o deputado federal José Genoíno foram questões de falta de ética, de decoro e de envolvimento com práticas veementemente repudiadas pelas bases históricas do partido.

Infelizmente, no Brasil para governar sob o sistema político-eleitoral e parlamentar vigente, é preciso abrir as pernas para os empresários e para a mídia corporativa até determinado ponto. Também é, no momento, impossível ter projetos de governo votados pela maioria sem molhar a mão da oposição. Esta, posteriormente, irá se fazer de “ética” e de “santa” denunciando o fato à mídia corporativa que, por sua vez, não fará nenhuma investigação, acusará e criminalizará políticos de esquerda e movimentos sociais da sociedade civil organizada muito antes de qualquer conclusão da polícia e do Judiciário.

Ao invés do jornalismo factual, da notícia e da obediência ao princípio da historicidade, cujo objetivo é encontrar todos os nós e laços de uma rede social desde os antecedentes que originaram o fato, há uma clara intenção de esconder as falcatruas da ordem de MILHARES de vezes maiores do que as falcatruas da esquerda. Conseqüentemente, supervaloriza-se midiaticamente realizações sociais de alcance ínfimo dos governos de direita, enquanto pipocam críticas nada construtivas e sem nenhum embasamento científico ou prático de ordem SOCIAL, não de ordem empresarial, desvalorizando e minimizando o peso de CENTENAS de pequenas ações que farão a diferença na vida do PAÍS INTEIRO.

Já tive essa vontade durante alguns anos na minha já passada década dos 20. Porém, não sou filiado ao PT, nunca fui e, sob o regime de representação político-partidária e eleitoral vigente, jamais o seria. Como eu digo, acho o presidente Lula frouxo, sem liderança efetiva no continente, que não consegue capitalizar o fato de que o Brasil é o país mais rico, mais repleto de recursos naturais, de maior potencial turístico e de investimentos industriais e que possui a maior área e a maior população da América Latina. Apesar dos avanços incontestáveis, seu governo é muito menos corajoso, incisivo, inquisidor e ativo do que deveria ser nas questões de corrupção e corporativismo. Mas, acima de tudo, deixa muito a desejar na democratização dos meios de comunicação e na hora de peitar os oligarcas deste país.

Embora a corrupção, o desperdício do dinheiro público, a incompetência administrativa e o corporativismo não tenham sido extirpados da sociedade com o governo de um partido majoritariamente de esquerda obrigado a compor com o lado da direita que não é extremo, resultando em uma melhora muito mais lenta e gradual do que a esperada pela população carente e ainda na prevalência da satisfação da ganância dos latifundiários, dos banqueiros e das multinacionais, contra fatos não há argumentos: o Governo Lula é, de longe, o melhor da história deste país, quer queira ou não a desinformada, omissa, ausente e egoísta classe média gaúcha, fluminense, paulista, mineira, paranaense, mato-grossense, sul-mato-grossense, goiana e brasiliense (não por acaso territórios de atuação das afiliadas mais lucrativas da Rede Globo).

É mais do que claro que o Governo Lula faz muito mais e rouba muito menos, apesar de falhas gravíssimas em relação à reforma agrária, à não-tributação de grandes fortunas, às sementes transgênicas, aos animais criados com hormônios, à falta de cuidado com o meio ambiente e à falta de políticas de longo prazo em todas as áreas. Porém, ao mesmo tempo, a corrupção diminui consideravelmente (embora de forma lenta e gradual).

Finalmente, as conquistas econômicas e de expansão da rede social através do estabelecimento de novos laços com nós importantíssimos a fim de reduzir a dependência dos EUA demonstra parcimIonia, inteligência e, acima de tudo, a diminuição da subserviência aos “cordéis de fora, como dizia meu pai.

Espero ainda estar vivo para poder ver o Brasil estar próximo do chamado “Primeiro Mundo”. Porém, acho muito difícil essa consolidação se dar em pelo menos cinco décadas, já que haverá vários governos reacionários e a dificuldade da esquerda em reunir-se atrás de uma liderança tão carismática quanto a de Lula que, de quebra, seja também um gestor e um relações públicas mais capaz do que o atual presidente. Dessa forma, lentos porém substanciais avanços serão intercalados por momentos de regressão bastante dramáticos.

Blogged with the Flock Browser

Tags: , , , , , , , , , ,

Anúncios
Sobre

Prof. M.S. @heliopaz | @unisinos | @comdig | @agexcom | @jetunisinos | @cultdigitalunis | @gremiosempre | http://bitly.com/tNhPU3

Marcado com:
Publicado em ATIVISTAS
Um comentário em “GOVERNO LULA: BREVE BALANÇO
  1. Walden disse:

    Caro Hélio.
    Você, com essa sua análise, “arrasou”! Parabéns. É também, aproximadamente (muito aproximadamente) o que penso sobre o Brasil e Lula. Lula não faz mais porque é quase totalmente cerceado por essa Entidade Mafiosa-Capitalista que se proclamou, sem mandato popular, “dona do Brasil”…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

page views
  • 309,080 (d. 12/05/2006)
Free hit counter estatísticas heliopaz.wordpress
comentários
Suzimary em PIRÂMIDE DO CAPITALISMO (…
Ivo Antônio Barra em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
maison pereira lima em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
%d blogueiros gostam disto: