O GRÊMIO JOGA BONITO E VAI CRESCER MAIS

GloboEsporte.com > Futebol > Grêmio – NOTÍCIAS – Em ritmo de treino, Grêmio goleia o Canoas

Só falta ressuscitar o bom e velho 3-5-2 em função da capacidade reduzida de marcação dos laterais (que, na verdade, deveriam ser alas) para podermos ter um sistema defensivo apto a superar pelo menos pelo menos contra 2/3 dos ataques dos times que irão participar do Brasileirão 2008, inclusive do tradicional adversário (contra o qual teremos dois embates memoráveis daqui a cerca de um mês e meio).

Falta ainda pegar um pouco mais de preparo físico, a fim de seguir dosando ataque e defesa sem precisar amorcegar o jogo em função do cansaço a partir dos 20 min. do 2º tempo, nem ter que substituir duas das principais peças do meio para a frente. Quanto ao entrosamento, à garra e à qualidade técnica, mesmo contra adversários fracos, o que importa é que o dever de casa está sendo muito bem feito.

Apesar de eu achar que direção, comissão técnica e jogadores devam estar atentos a tudo o que se faz lá na beira do lago nunca por inveja e jamais por desdém mas, sim, em termos de parâmetro, a fim de melhorarmos a partir da referência de um time superior, feliz e surpreendentemente, estamos em um estágio de entrosamento bastante avançado para um trabalho tão recente.

Os ingleses chamam uma estratégia de marcação forte, retomada de bola perto da nossa área antes do chute do adversário e muito volume de jogo porém com poucos chutes a gol de slow build-up – construção lenta. Esse era o jogo preferido de Mano Menezes (desculpem comparar com um passado recente, mas, apesar das conquistas e da identificação, não considero-o um grande técnico), a despeito dos tempos em que ele contava com Rafinha (jogador jovem, útil e barato incrivelmente não-aproveitado pelo São Paulo), Hugo (que considero um jogador de altos e baixos que é rápido, porém não tão bom quanto parece ser) e Lúcio (este, sim, um SENHOR ala).

Celso Roth é tido como retranqueiro. Mano Menezes, como armador de um time regular, porém carente de ambição. O agravante das passagens anteriores de Roth por onde trabalhou e o atenuante de Mano foram a falta de jogadores de passe qualificado, raciocínio rápido e técnica apurada. Porém, o atual técnico TRICOLOR está sabendo armar um grupo aguerrido dotado de técnica e, acima de tudo, MUITA AMBIÇÃO, ao passo que o idolatrado técnico anterior ainda está devendo provar ao mundo essa capacidade, pois abdicou de trabalhar em um belo clube, o CRUZEIRO, que tem jogadores excelentes do meio para a frente, como o ótimo volante Ramires, os habilidosos meias Wagner e Thiago Heleno e os perigosos atacantes Marcinho, Guilherme e Marcelo Moreno. Considero a RAPOSA atual mais promissora nas mãos de ADILSON BATISTA que, como disse o PVC da ESPN BRASIL, é um treinador que se preparou para assumir exatamente esse clube.

Enfim, voltemos ao GRÊMIO: na entrada anterior sobre o clube imediatamete após a retumbante goleada sobre o fraquíssimo GRÊMIO JACIARA (leia aqui), já falei sobre algumas virtudes e carências dos principais jogadores do nosso plantel. Desta vez, vou mais fundo: os reservas também serão citados.

O goleiro Victor é muito superior a todos os goleiros que o EXÉRCITO DE FERRO COM A ALMA CASTELHANA já teve desde a saída de Danrlei: alto, ágil, seguro, extremamente discreto, não inventa, se comunica bastante com a defesa e valeu cada centavo. Já Marcelo Grohe, embora não consiga ser titular a menos que Victor se lesione (como é o caso), mesmo sendo melhor do que Galatto e menos espalhafatoso do que Saja, é um pouco inferior mas, ainda assim, é bom. Estamos bem servidos nessa posição.

Primeiro, duas ressalvas, onde uma leva à outra: 1) Há muito o que ser treinado e criado em termos de jogada ensaiadas; 2) O entrosamento precisa ser aperfeiçoado. Mesmo assim, temos dois laterais que, apesar de não serem bons marcadores, pelo menos sabem cruzar bem. A dupla de zaga é de primeira linha no futebo brasileiro, assim como os dois centromédios*. Temos dois meias de ligação de qualidade superior à de muitos times que terminaram o último Brasileirão na nossa frente e uma dupla de ataque que, se não é a melhor do país, certamente é a melhor que o TRICOLOR DOS PAMPAS conseguiu montar para si como há anos não se via.

Existe garra, vontade de vencer e força física como quase sempre houve no Olímpico. Só que a qualidade técnica prevalece sobre a força como não se via desde o time campeão da Copa do Brasil de 2001, nas mãos de Tite. Roger é melhor do que Zinho e não é impossível imaginar que Perea possa vir a ser em pouco tempo melhor do que Marcelinho Paraíba.

Os grandes furos (que me levam a sugerir ao técnico Celso Roth a adoção do esquema 3-5-2) são os avanços de William Magrão e de Eduardo Costa para junto dos meias de ligação Roger e Dos Santos. A distância que os dois centromédios abrem tanto dos laterais Hidalgo e Paulo Sérgio como dos zagueiros Léo e Jean é absolutamente temerária nas retomadas de bola do adversário rumo ao contra-ataque.

A escolha dos laterais ou alas é fundamental para que esse esquema dê certo. o lateral-direito Paulo Sérgio é rápido, porém não é muito forte fisicamente e posiciona-se mal na defesa, já que adora mostrar serviço cobrindo os centromédios até no lado esquerdo. Contra esses times fracos do Gauchão e das duas primeiras fases da Copa do Brasil, dá para o gasto. Porém, é bastante limitado. Em seu lugar, Felipe Mattione deveria ser titular: a jovem promessa do SUB-20** possui uma qualidade técnica muito melhor do que a do experiente e desconhecido titular (antes de vir para o GRÊMIO, jamais ouvira falar em Paulo Sérgio). Mas isso obrigaria o capitão Eduardo Costa – que tem um excelente passe e é um grande ladrão de bola – a manter-se mais fixo sem poder mais arriscar-se no ataque como gosta de fazer.

No miolo de zaga, os meninos do SUB-20 promovidos em 2008 não corresponderam. Vagner (que já teve suas chances – todas contra adversários fracos) foi calamitoso e, devido à sua insegurança, ainda não se sabe se ele é ruim ou se é apenas imaturo. Pereira, a despeito de tantas críticas e de algumas falhas, é, atualmente, o único jogador disponível no plantel para a zaga-esquerda. É experiente, campeão brasileiro pelo Santos como titular em 2002 e como reserva em 2004, jamais sofreu uma lesão grave de articulação e ainda não é velho. Tem atuado bem neste começo de temporada. Pela direita, Léo em breve será titular da Seleção Brasileira com pelo menos três Copas do Mundo de lambugem e uma carreira maravilhosa o esperando na Europa. Jean, um pouco mais velho e maduro com experiência no grande São Paulo e também no exterior, prefere atuar pelo mesmo lado direito de Léo que, inteligente, já atuou muito bem mesmo deslocado para o lado esquerdo. Portanto, é fundamental que o GRÊMIO contrate outro zagueiro, pois Léo passará boa parte do ano sendo convocado por Dunga.

A dificuldade de jogar no 3-5-2 é, por enquanto, o fato de Roth preferir utilizar o peruano Hidalgo na lateral-esquerda mesmo que ele só seja forte na marcação, apesar de ser lento para sair jogando e de não cruzar tão bem quanto se espera de um jogador da sua posição: Anderson (ex-Pico) é um Roberto Carlos piorado: muito forte, muito vigoroso, cobra faltas de longa distância e cruza por baixo com bastante perigo, só que ainda é um pouco estabanado e leva cartões em excesso. Na falta de Bruno Teles, lesionado (mais maduro e, embora sem brilho, é extremamente balanceado no ataque e na defesa), Anderson fica com a vaga entre os 11.

Isso posto, na ausência de Eduardo Costa e William Magrão, temos o sempre limitado e eterno reserva Nunes. Ele é só esforço, mas basta que seja equilibrado o suficiente e muito bem orientado para não fazer faltas ridículas para ser capaz de evitar expulsões absurdas. Não possui um passe tão bom quanto o dos dois titulares, mas é vigoroso na marcação. Ainda precisa ser lapidado, mas dificilmente terá lugar no time.

Falei, naquela entrada já citada (confira novamente aqui), no quanto Mano Menezes inibia alguns pratas da casa que, em 2008, estão aproveitando melhor suas chances, apresentando um futebol mais solto e mais personalidade do que em 2007. Então, para a posição de meia de ligação sem uma presença freqüente junto aos atacantes, temos Adilson (que considero parecido com Lucas, apesar de finalizar menos), Maylson (habilidoso, porém ainda pouco eficiente) e Itaqui. O último ainda não teve muitas oportunidades, mas o vi fazer chover no Brasileirão SUB-20 nas quartas-de-final contra o CORITIBA, no Estádio da PUCRS: ele era o dono do time, onde cobava todas as faltas e escanteios com muito perigo e todas as bolas passavam por ele, que fazia o jogo girar.

O meia-atacante Peter está devendo muito. Gostaria muito de saber por que ele esteve no banco do FIGUEIRENSE em 2007, depois de um bom ano de 2006, quando tornou-se conhecido no resto do país. O Figueira vendeu Cïcero e Soares para o FLUMINENSE, mas Peter permaneceu na bela Florianópolis.

Já no ataque, os esforçados Maylson (mais aberto, habilidoso, porém não é veloz) e Tadeu (muito esforçado, bem mais do que Reinaldo) sempre poderão entrar em campo, só que sem brilho e com menos qualidade do que os titulares. Reinaldo, por sua vez, até prova em contrário, infelizmente, parece ser da “turma do chinelinho”, pois teve umas três chances com Vagner Mancini e desapareceu com Celso Roth, pois o que o atual técnico e a torcida TRICOLOR não suportam é falta de garra, de ambição e de entrega.

Por fim, vamos ao que decide os jogos: talento, inteligência, entrega, criatividade, irreverência, velocidade e antecipação. Roger é, disparado, o maior craque que nós temos desde que Ronaldinho foi para o PSG. O chute de fora da área colocado; a perfeição dos lançamentos em profundidade; a garra que tem demonstrado cercando a saída do adversário a partir da defesa e, acima de tudo, a rápida adaptação a Porto Alegre fazem com que o jogador tenha toda a chance do mundo de dar a volta por cima em sua carreira.

Perea é movediço, driblador, veloz, tem excelente impulsão e conversa bastante com Roger e Soares para que eles aprendam rapidamente aonde todos devem estar posicionados para surpreender a zaga adversária. O colombiano é carismático e, depois de uma dificuldade em marcar gols, agora começa a deslanchar da melhor maneira possível. Caiu nas graças da GERAL.

Soares, por sua vez, é um jogador extremamente antenado: o posicionamento dele como jogador que gosta de invadir a áres pra chutar e a sua técnica no cabeceio trazem um diferencial que não tínhamos há muito tempo.

Desses três, espero os melhores momentos do ano e, acima de tudo, raras lesões e suspensões com muita regularidade.

É aí que mora o perigo: sempre que substitui-se Roger e Perea ao final da partida, a qualidade decai muito com Peter e Tadeu (os que entram mais freqüentemente). A pressão diminui, a qualidade no passe idem, e o adversário começa a se assanhar. Isso só pode ser feito em caso de uma larga vantagem no marcador.

A partir daí, começo a compreender melhor a demissão de Vagner Mancini (mas não aceito o modo como foi feita e nem por que ele foi contratado), já que ele costumava diminuir a qualidade do time quando o resultado estavam apenas 1×0 ou 2×0 e armava o time de maneira ainda mais aberta do que as deficiências atualmente observadas nessas partidas sob o comando de Celso Juarez Roth.

Celso Roth gostaria de repetir a escalação em todos os jogos. Assim que todos estiverem 100% fisicamente e que não houver ninguém suspenso, certamente iremos crescer ainda mais, já a ponto de nos equipararmos aos principais times do país que, atualmente, considero FLUMINENSE, INTERNACIONAL, SÃO PAULO, CRUZEIRO e PALMEIRAS, nesta ordem.

Mesmo que venhamos a perder o Gauchão para o tradicional adversário, duvido que eles não paguem caro. E é a partir das eliminações precoces dos clubes de ponta do país na Copa do Brasil e de uma avaliação criteriosa de clubes médios que acabem classificando-se entre os primeiros nos estaduais do PR, de SP, RJ e MG que a direção gremista precisa estar totalmente ligada para que entremos o BRASILEIRÃO com reforços.

Futebol se pensa assim.

Blogged with the Flock Browser

Tags: , , , , , , , , , , ,

Anúncios
Sobre

Prof. M.S. @heliopaz | @unisinos | @comdig | @agexcom | @jetunisinos | @cultdigitalunis | @gremiosempre | http://bitly.com/tNhPU3

Marcado com: , ,
Publicado em ATIVISTAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

page views
  • 309,583 (d. 12/05/2006)
Free hit counter estatísticas heliopaz.wordpress
comentários
Suzimary em PIRÂMIDE DO CAPITALISMO (…
Ivo Antônio Barra em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
maison pereira lima em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
%d blogueiros gostam disto: