A GANGORRA BARÇA-REAL MADRID

Globoesporte.com > Futebol Internacional – NOTÍCIAS – Eto´o e Messi brilham, e Barça goleia

Golear o lanterna jogando em casa não representa nada mais do que a obrigação. Afinal de contas, é muito fácil dar espetáculo com a torcida ao seu lado, diante do saco de pancadas da competição.

Porém, muitas vezes, salto alto, lesões ou uma atuação surpreendente do adversário transformam um jogo de três pontos garantidos “no papel” e a necessária ampliação do saldo de gols (a fim de evitar uma grande decepção em caso de campanhas parelhas na reta final do certame com os principais oponentes na briga pelo título) em um tropeço de grande repercussão na mídia e de pesadas conseqüências dentro do vestiário e na relação com a torcida.

Por que teorizei em cima de algo considerado como “chover no molhado”? Porque agora o BARCELONA até bem pouco tempo atrás estava distante do líder e atual campeão REAL MADRID, de várias atuações memoráveis de CASILLAS, SERGIO RAMOS, ROBINHO, JÚLIO BAPTISTA, MARCELO, GAGO, VAN NISTELROOY, RAÚL e GUTI.

Porque o BARÇA, mesmo tendo sido derrotado muito poucas vezes, acumulou uma série de empates e aplicou muito menos goleadas do que seu plantel representa no imaginário do torcedor, da imprensa, do dirigente e dos próprios jogadores. Perdeu-se muito tempo com fofocas, intrigas, suposições e com a hipervalorização de problemas comuns a todo e qualquer vestiário no mundo inteiro.

A capacidade física e técnica, o entrosamento e a tesão por resultados mexem com os brios de qualquer boleiro. Em um clube riquíssimo e visado pelo mundo inteiro, quando se passa uma temporada sem títulos, antes de fazer terra arrasada ou de achar que o acúmulo de desgastes pessoais entre os próprios profissionais do clube e emocionais (relacionados à família e àquilo que o próprio jogador ou técnico aspira, ambiciona e sente em relação ao seu passado, presente e futuro), é preciso dar uma chance para que todos busquem lá do fundo do seu corpo e da sua mente uma nova realização daquilo que todos conhecem a respeito do seu potencial que ficou latente durante tanto tempo.

O futebol não é uma ciência exata: além da forma física, técnica e emocional; da evolução tática e do entrosamento, o imponderável está sempre presente sob a forma de lesões e suspensões, além de contratações criteriosas de técnicos e jogadores que proporcionam resultados acima da média por parte de alguns adversários.

Por que os merengues melhoraram substancialmente em relação a si mesmos depois do bicampeonato espanhol de 2004/2005 e 2005/2006 e da UEFA CHAMPIONS LEAGUE 2005/2006 obtidas pelo tradicional adversário catalão? Mais do que os fatos (muitas estrelas para poucos operários) está a providência de gestão que TRANSFORMOU O MODELO DE FUTEBOL para contornar essa situação: optou-se por um novo perfil de técnico e de jogadores, mas sem fazer terra arrasada. A base veterana e prata da casa, com eficiência porém sem brilho, foi toda mantida, pois são eles aqueles que possuem o verdadeiro amor à camiseta e que irão transmitir a CULTURA CLUBÍSTICA para aqueles que chegam.

No momento em que emerge a reabilitação de um grande clube, a gangorra inverte e chega a vez do pólo oposto repensar as suas práticas. Afinal de contas, o show deve continuar. Falando nisso, a reflexão sobre perdas e danos não pode jamais ser dissociada da reflexão a respeito das razões que levaram o clube a atingir um longo momento de sucesso.

Quem não sabe por que ganha, também não sabe por que perde. Dessa forma, retomar os caminhos das vitórias torna-se um processo mais longo, repleto de tentativas frustradas e poucos acertos.

Estamos em uma fase de transição, na qual os madrilenhos parecem encaminhar-se para uma nova conquista na seqüência de um trabalho que começou no ano passado. Todavia, as novas peças ainda não são unanimidade. Dos contratados antes do início da temporada, a única certeza é DIARRA, ROBBEN só agora está livre de lesões, GAGO não é titular absoluto e DRENTHE é, a meu ver, menos aproveitado do que deveria, já que a escolha do técnico BERND SCHÜSTER é pelo brasileiro MARCELO.

O próprio Schüster é um técnico competente e que irá obter títulos importantes pelo Real. Só não se sabe se irá emplacar direto na sua primeira temporada. No Barça, FRANK RIJKAARD não ganhou em 2003/2004, mas plantou uma semente que rendeu frutos inesquecíveis.

Nesse ponto, os blaugrana estão agindo com maior agilidade, evitando que a peteca caia rumo a um abismo: veio o zagueiro GABI MILITO que, embora não seja fantástico, por ser jovem e menos lento do que seus companheiros, também tapa os furos deixados pelo capitão CARLES PUYOL e pelo mexicano RAFA MÁRQUEZ. Além disso, depois de muitos e muitos anos, finalmente o Barça volta a ter um senhor lateral-esquerdo, que é uma fortaleza na marcação e apóia de maneira sistemática e consistente: ÈRIC ABIDAL.

As constantes lesões e a veterania do brasileiro EDMILSON, a venda do sempre inconfiável TIAGO MOTTA para o ATLÉTICO DE MADRID e a baixa estatura dos bons XAVI e INIESTA obrigaram o investimento em um volante melhor do que os dois primeiros em todos os quesitos e melhor do que os dois últimos em alguns outros quesitos: YAYA TOURÉ.

A defesa acertou-se. Contudo, do meio para a frente, onde tudo parecia quase perfeito, criou-se um empasse de difícil solução.

A compra do genial atacante francês THIERRY HENRY, pra mim, foi um erro desde o começo: onde encaixá-lo nesse time, sabendo que é raro um jogador desse nível e com essa experiência ser contratado ainda no auge de sua forma para ser reserva?!

DECO, o luso-brasileiro de tantos títulos e de um entrosamento magnífico com RONALDINHO e ETO’O, agora perderia lugar para a nova estrela emergente do futebol mundial, o argentino LIONEL MESSI. Porém, Deco atua em uma faixa de campo entre os volantes e os atacantes pelo lado direito, podendo aproximar-se de Messi ao invés de concorrer com ele. Veio uma lesão e Deco perdeu seu posto para o prata da casa ANDRÉS INIESTA, que é extremamente regular, veloz e preciso no passe. Para essa posição (e também para a de Messi), o Barça tinha um excelente jogador, muito veloz e habilidoso, que também foi negociado com a ROMA: o francês LUDOVIC GIULY.

Vindo das categorias de base, duas promessas: o centroavante goleador BOJAN KRKIĆ e o meia-atacante mexicano GIOVANNI DOS SANTOS pelo lado de Ronaldinho.

Além de ter que entrosar e encontrar espaço para definir quem seriam os melhores e os nem tão melhores porque não havia espaço para todos no time, Rijkaard também sofreu com as lesões de retorno demorado de Deco, Ronaldinho e Eto’o.

Muitos dos resultados negativos inesperados ocorreram por falta de entrosamento e de experiência. Agora, todos estão disponíveis novamente e chegando perto de um nível físico ideal. Volta-se a jogar bonito novamente.

Quanto ao Real Madrid, sua queda acentuada nas últimas rodadas deve-se às lesões de Robinho e Marcelo. O primeiro é a expressão máxima da qualidade técnica, que tornou-se um homem maduro e de referência até mesmo na concorrência eterna dentro da SELEÇÃO BRASILEIRA. Sem eles, a média de gols do matador Van Nistelrooy caiu muito.

Isso prova mais uma verdade verdadeira ou mais uma chuva no molhado, como queiram: a de que quanto mais se joga, melhor se joga. Quando falta uma peça, o desentrosamento perde a continuidade e o rendimento cai. Portanto, o equilíbrio de uma diferença de apenas dois pontos como a atual é muito mais lógico entre dois clubes bilionários do que os oito pontos de duas rodadas atrás.

E que não se espere que o Barça vá virar e abrir com facilidade.

Mesmo sendo um campeonato de dois (eventualmente, de três ou quatro) postulantes, o campeonato espanhol tem muita graça sim, senhor! ;)

Blogged with the Flock Browser

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Anúncios
Sobre

Prof. M.S. @heliopaz | @unisinos | @comdig | @agexcom | @jetunisinos | @cultdigitalunis | @gremiosempre | http://bitly.com/tNhPU3

Marcado com: ,
Publicado em ATIVISTAS
2 comentários em “A GANGORRA BARÇA-REAL MADRID
  1. juanbostero92 disse:

    Hola amigo. ¿Cómo estás?

    ¿Querés intercambiar enlaces con mi otro blog?
    http://5grandes.blogspot.com/

    Avisame, un saludo.

  2. juanbostero92 disse:

    Che no querés intercambiar enlaces con mi otro blog que acabo de reiniciar? http://5grandes.blogspot.com/

    Gracias, avisame, nos vemos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

page views
  • 309,495 (d. 12/05/2006)
Free hit counter estatísticas heliopaz.wordpress
comentários
Suzimary em PIRÂMIDE DO CAPITALISMO (…
Ivo Antônio Barra em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
maison pereira lima em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
%d blogueiros gostam disto: