Obama x Hillary Clinton na Blogosfera

Não sei como vão-se desenrolar as eleições para prefeitos e vereadores aqui no Brasil em outubro de 2008. Mas as prévias do Partido Republicano nos EUA estão sendo travadas através da blogosfera com um grande zelo pelo eleitor internauta.

O senador por Illinois Barack Obama tem um blog no qual são publicadas notícias escritas pela assessoria de imprensa da sua campanha, bem como vários clippings de jornais de todo o país, vídeos e um espaço para doações, voluntariado, depoimentos, loja virtual, plataforma (promessas, projetos).

Nenhuma rede social importante foi esquecida: Obama está representado no Facebook (um site de relacionamento bem mais enxuto do que o Orkut, da Google Corp., que só vingou no Brasil e na Índia), no site de compartilhamento de fotos Flickr, da Yahoo Corp.; no site de recomendação de entradas (entries ou artigos postados em blogs) Digg; no site de rede de contatos profissionais LinkedIn e, dentre tantos outros serviços semelhantes, espaços pagos no serviço de microblogging Twitter, no MySpace, da Microsoft; e no You Tube.

Hillary Clinton, senadora por Nova Iorque, possui um blog menos abastecido por links, com menos textos, menos vídeos e sua assessoria deu importância para apenas quatro serviços de rede social na internet: MySpace, Facebook, YouTube e Flickr.

Blog, compartilhamento de fotos, compartilhamento de vídeos, avaliação de artigos postados em blogs, redes sociais de amigos e de trabalho, dentre outros: o trabalho de comunicação digital precisa ser minuciosamente articulado, a fim de atingir a diversas categorias sócio-culturais e demográficas simultaneamente. O trabalho de comunicação através de um blog envolve uma articulação incessante entre diversas NTICs (Novas Tecnologias da Comunicação e da Informação). Do contrário, a visibilidade de um texto será muito pequena, resultando em uma quantidade ainda menor de trackbacks, inclusões em blogrolls, permalinks e comentários. Assim como a pesquisadora estado-unidense Rebecca Blood (uma das primeiras a enxergar o fenômeno da blogosfera há quase uma década atrás), acredito que os comentários são a alma de um blog muito mais do que a sua lista de links recomendados (blogroll).

Tenho um palpite que ainda precisa ser pesquisado com seriedade: lá nos EUA, as mídias digitais, por quantidade, estão se aproximando do alcance da mídia de massa. No Brasil, por sua vez, ainda estamos muito longe de chegarmos a esse nível de acesso. Em todas as faixas etárias, na Gringolândia, mais da metade da população adulta sabe o que é um blog, assim como, embora os blogueiros acreditem estar desenvolvendo uma plataforma de conversação extremamente rica, na verdade, o índice médio de comentários por entrada é muito baixo (confiram dados da pesquisa do Pew Internet de 2005 traduzida por mim nesta entrada).

Há, sem sombra de dúvida, um fenômeno emergente e bastante forte chegando com atraso ao país, que é o do aumento das informações que contradizem, criticam, monitoram e corrigem o que é publicado na mídia corporativa através de blogs que discutem política através de um viés desvinculado do mainstream. É uma multidão que se expande em rede, de forma muito semelhante à das formigas, que formam o maior corpo animal do planeta quando estão em atividade fora do formigueiro.

Blogged with Flock

Tags: , , , , , , , , , , ,

Anúncios

3 comentários em “Obama x Hillary Clinton na Blogosfera

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s