PESSOAS QUE NÃO SÃO ATINGIDAS POR BLOGS

Sou o único da família que estudou em colégio estadual no 1º grau, no 2º grau em escola particular barata e relativamente libertária (IPA) e fez faculdade na UFRGS. Em função de não ter estudado em colégio de freira, de não ter sido criado de maneira alienada durante a ditadura (quando era muito pequeno) e de estar distante do círculo vicioso de mulheres donas de casa e maridos provedores semi-escravizados, infelizmente, não tenho NENHUMA afinidade política, ideológica, de como arrumar a casa, como criar os filhos e como considerar a sociedade com NENHUM membro da minha própria família.

Até mesmo meus amigos mais reaças e mais direitistas ouvem e respeitam o que eu tenho a oferecer em forma de conhecimento mesmo que discordem redondamente, mesmo que seja sob forma de deboche. Já quanto à minha família, não dá nem pra imprimir o que sai nos blogs pra mostrar a eles. A cada vez que eu tento dizer algo positivo a favor do governo, cria-se um conflito: minha mãe me olha até com ódio. E isso jamais aconteceu com meus outros irmãos.

Tenho um cunhado que já foi de esquerda e é de uma família humilde, de periferia. Era brizolista, foi presidende de diretório acadêmico em outro estado. Ele ainda apresenta um nível crítico e de observação da sociedade bem acima do resto a família, embora, para mim, ainda seja insatisfatório. Ninguém tem dinheiro sobrando aqui. Mas há um preconceito, um sectarismo e uma crença na mídia corporativa que e enojam.

É péssima a sensação de sentir-me um peixe fora d’água. Mas também detestaria ser parecido com eles nesse sentido: só consomem Globo/RBS, O Globo, Zero Hora, Rádio Gaúcha, etc. Acreditam em TUDO o que sai nessas emissoras, jornais, revistas, etc. A opinião deles não é autônoma e o nível de crítica não possui ponderação, pois tudo o que eles fazem é ir ao shopping e ir de casa para o trabalho, do trabalho para casa e, enquanto estão em casa, assistem apenas à desinformação hegemônica.

Nunca roubaram nada de ninguém. Nunca fizeram nada que pudesse ferrar alguém. Muito foram prejudicados por diversos planos econômicos e por uma mordaça imposta primeiro por uma ditadura; depois, pelo pensamento único.

Agora eu entendo o tamanho do estrago que a mídia corporativa e seus patrocinadores internos e externos fazem em uma sociedade: por mais simplista que seja tomar uma única família como parâmetro, há vizinhos, colegas de trabalho e uma série de pessoas cujo convívio com os membros da minha família pensam exatamente assim.

Então, como chamar alguém assim para a frente do computador e ler nossos blogs na tela?! Como dar uma cópia impressa de algum texto de nossos blogs para alguém assim ler?! Como mostrar a irmãos conservadores que só aprenderam a entrar na internet pra baixar e-mails de piadas, acessar a conta bancária, ler fofocas de “artistas” e “comunicadores” e assistir a esquetes animadas no Humortadela ou no Charges.com.br que existe vida além disso?!

Considero o pessoal de classe B e C entre 45 e 55 anos a verdadeira geração perdida. Pessoalmente, isso me dói muito, pois os Simpsons estão por toda a parte.

Blogged with Flock

Tags: , , , , ,

Anúncios
Sobre

Prof. M.S. @heliopaz | @unisinos | @comdig | @agexcom | @jetunisinos | @cultdigitalunis | @gremiosempre | http://bitly.com/tNhPU3

Marcado com: , ,
Publicado em ATIVISTAS
Um comentário em “PESSOAS QUE NÃO SÃO ATINGIDAS POR BLOGS
  1. Hélio,

    Achei bastante interessante esse post, assim como o anterior. Quanto ao fato de “escrevermos para os pares”: é muito semelhante ao que acontece na universidade: o conhecimento não sai de lá, fica restrito aos acadêmicos e não chega à população em geral, que é quem paga a universidade pública.
    Quanto à família e aos amigos: na minha, só são de esquerda (além de mim) o meu pai e o meu irmão. O restante divide-se entre “alienados” e reacionários. Dos meus amigos que estudaram comigo no 2º grau (que fiz em colégio particular, marista), há poucos de esquerda: a maioria é direita. Um dos meus melhores amigos era “esquerdista”, e hoje é um dos caras mais reacionários que conheço. Boa parte da turma nunca votou no PT por reacionarismo ou por preconceito – assim como muitos votavam e agora não votam mais por recalque.
    Já na faculdade, tem muitos dos “esquerdistas cegos” dos quais falei alguns dias atrás, que votam no PSOL e não admitem votar no PT nem que seja para deter PSDB e DEM no 2º turno das eleições. Mas também há gente de esquerda “que enxerga”.
    Em breve, vou escrever um post sobre o tema.

    Abração e bom 2008,
    Rodrigo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

page views
  • 309,581 (d. 12/05/2006)
Free hit counter estatísticas heliopaz.wordpress
comentários
Suzimary em PIRÂMIDE DO CAPITALISMO (…
Ivo Antônio Barra em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
maison pereira lima em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
Francisco Reginaldo… em E-MAILS DOS MINISTROS DO …
%d blogueiros gostam disto: