Falhas Graves de Comunicação Complicam a Esquerda

Outro dia, estava conversando com um amigo muito querido que, infelizmente, é contra a esquerda, contra doações e contra a assistência social porque acha que todo mundo deve saber se virar ao invés de ficar esperando ajuda, pois, do contrário, ou ficará na miséria, ou ficará acomodado em função da ajuda de terceiros.

Ele acrescentou, ainda, que, no momento em que delega ao Governo parte do seu suado dinheiro através de impostos, lava as mãos: que é obrigação das instituições políticas fornecerem educação, saúde, previdência e infra-estrutura à população. Claro, ele fica indignado por causa da corrupção e dos desvios de verba, mas a indignação aumenta quando é contra a esquerda.

Pra ser sincero, mesmo que eu faça bandeiraços, participe de comícios e tenha sido fiscal de zona eleitoral pela Frente Popular em diversas eleições desde os 16 anos, nunca me filiei porque há N falhas operacionais, instituicionais, hierárquicas, organizacionais e até mesmo sociais dentro do partido e a sua relação com o lado oposto (não na política partidária mas, sim, com pequenos empresários, autônomos e também com os grandes) é meramente reativa e truculenta.

Apesar dos vários problemas com a mídia e com os ricos, o PT não sabe se relacionar de maneira cordial e permanente com eles. O PT JAMAIS deixou claro à sociedade como um todo (entidades de classe, patronais, comerciais e de bairro, clubes, igrejas, etc.). O PT é péssimo em comunicação.

A maior prova disso é a gigantesca falta de simpatia e de contato com diversos atores sociais. Tenho um amigo que é concursado da Prefeitura Municipal de Porto Alegre. Ele é petista não-filiado mas socialmente – muito – atuante. Seu posto é a Secretaria Municipal de Esportes.

Embora saibamos das perseguições e de várias atuações anti-sociais de várias secretarias na Administração Fumaça através de vários posts esclarecedores do Agente 65, meu amigo tem alguns bons exemplos de agilidade e de cooperação que somente um bom networking é capaz de proporcionar.

Um exemplo positivo da atual administração é que, na Secretaria de Esportes (meu amigo não sabe falar como são as coisas nas demais secretarias), cujo titular da pasta é o vereador João Bosco Vaz do PDT, parece não haver perseguição contra funcionários vinculados à administração da Frente Popular. Caso raro, conforme relatos do Agente 65.

Outro fato positivo (que é de onde se obtém empatia, reconhecimento e, acima de tudo, a comunidade fica ciente de que pelo menos essa área da administração de Porto Alegre funciona e passa adiante essa informação): se há um buraco na tela de uma quadra poliesportiva em uma praça, o secretário liga para fulano de tal, que fornece quase imediatamente o material para conserto.

Digamos que seja apenas uma ocorrência devidamente atendida a cada dez. Mesmo assim, as ocorrências atendidas pela Secretaria de Esporte não sofrem de burocracia nem morosidade.

Outra coisa: na Administração Popular, grande parte das secretarias eram independentes e até mesmo rivais entre si, naqueles tradicionais e ridículos duelos de poder, que só servem para desagregar.

Claro que isso ocorre também na direita. Só que eles são muito mais sutis: suas falhas e suas mazelas não aparecem de maneira tão ostensiva. Por um lado, achava-se que a superexposição dos erros da esquerda só apareciam porque a mídia os expunha em excesso e omitia ou mascarava os erros da direita. Todavia, quem trabalha dentro do serviço público também divulga o que sabe.

As sedes estadual e municipal do partido não têm acesso à internet!!! Nunca ouvi falar de um político do PT (mesmo que seja apenas um vereador) disposto a fazer uma reunião com pessoas de classe média em uma igreja, escola ou clube barato para falar sobre as realizações do Governo Olívio, dos 16 anos de Prefeitura em POA, de fazer um mea culpa onde a coisa funcionou ou não, explicar exatamente o objetivo do Orçamento Participativo, falar abertamente sobre a dívida do Estado, sobre as questões dos sem-terra, da educação, da ecologia, da economia através do desenvolvimento sustentável, de criticar o consumismo, etc.

Se não faz isso de maneira ampla e adequada, é sinal de que o seu modus operandi infelizmente mantém algumas semelhanças com os demais partidos. Afinal de contas, a cidadania plena e consciente no Brasil é coisa rara.

technorati tags:, , , , , ,

Blogged with Flock

Anúncios

Publicado por heliopaz

@heliopaz | cultura de fã de futebol online/offline | Educação = cultura + ato político

Se junte à conversa

2 comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Hélio, acho, sobre o terceiro parágrafo de teu texto, que o PT do RS e o de SP são pólos opostos neste quesito – precisamos chegar a um meio termo aí.

    Convido-te a participar de um debate sobre tema afim, que abri de forma que pretendo provocativa, o que ainda não sei se consegui. Gostaria muito de saber a tua opinião (e a de teus leitores). O artigo: A mídia é pré-histórica, a esquerda é pré-midiática, em http://www.olobo.net ou lá no blog. Abraços.

%d blogueiros gostam disto: