PORTO ALEGRE É A NOVA BARRA DA TIJUCA

Infelizmente, não é questão de ser otimista ou pessimista: nunca antes ocorreu uma diferença tão grande entre os dois candidatos que vão ao 2º turno, seja à Prefeitura de POA, seja ao Governo do Estado do RS a partir do colégio eleitoral da capital.

O PT da capital e os antigos baluartes do partido perderam o trem da história: é preciso saber fazer mídia. A propaganda eleitoral tem mais é que vender um candidato como se fosse um produto, mesmo.

Não dá pra querer forçar a barra e querer “conscientizar”, “educar”, “ensinar” as pessoas. Cada um acredita naquilo que quiser. Como a maioria da população de POA não é mais pobre mas, sim, classe média, a maioria da população passou a ser extremamente conservadora por medo de perder o pouco que tem.

As escolas são um lixo: os analfabetos funcionais estão em todas as classes sociais, em todas as profissões, na esquerda, na direita ou desinteressados da política. É preciso saber comunicar-se através de uma linguagem que as pessoas possam compreender.

O PT se isolou e foi isolado. Não dá mais pra exigir que o partido não se coligue com outros que não pertençam ao mesmo campo ideológico. Só se deve cobrar um mínimo de sensatez e respeito, ou seja, não fazer coligações nem dividir palanque com PP, DEM, PPS e com 2/3 do PMDB.

Por pior que seja, PDT e PTB poderiam ser bastante úteis e fariam toda a diferença caso não fizessem parte da aliança pró-Fumaça.

A política partidária está morrendo porque não é jogo para puritanos nem para quem é 100% honesto: mesmo que a maioria das pessoas não aceite ladrões e corruptos, não vê nada demais nos oportunistas.

Quem ainda acredita em uma sociedade justa deveria se juntar pra mudar as leis de representatividade e de financiamento de campanha. Se isso não funcionar, a única saída é fazer trabalho voluntário comunitário ou através de ONGs idôneas.

O PT só conseguiu prefeituras pequenas (à exceção de Canoas e, talvez, Pelotas). Surpreendeu em Santa Rosa, Erechim e Bento Gonçalves. Retomou Bagé. Na Grande POA, só ganhou porque a população das cidades por onde passa o Trensurb é muito pobre. Onde predomina a classe média, vai dar sempre centro-direita ou extrema-direita.

As perdas em Santa Maria, Alvorada, Viamão e Caxias do Sul e a esmagadora e humilhante derrota em Porto Alegre possuem um significado muito maior do que o de ter eleito mais vereadores e mais prefeitos em municípios inexpressivos.

Eu fico muito triste por estar acompanhando a morte de algo que me fez acreditar que poderia existir política partidária honesta e capaz de trabalhar para a maioria das pessoas sem ser excludente.

Quando morei no Rio de Janeiro, descobri uma coisa: lá, as pessoas comuns que são pobres, de classe média baixa ou idosas de classe média alta são muito mais solidárias, exigentes e cidadãs do que aqui.

O Rio praticamente não tem mais políticos relevantes de esquerda nem partidos de esquerda com grande quantidade de filiados: o que importa pra eles é deixar de lado a preocupação se o prefeito ou governador vai ser do PSDB, PP, DEM, PTB, PDT e PMDB pra se envolverem mais em trabalho voluntário.

Na zona sul do Rio, essa consciência existe porque a favela é grudada aos bairros mais ricos: existe convivência diária entre classes sociais.

Agora… Na Barra e no Recreio, como as pessoas moram em condomínios fechados, são mais preconceituosas, excludentes, reacionárias e ignorantes. Porto Alegre está-se tornando uma grande Barra.

, , , , , , , , , , , ,

Powered by ScribeFire.

About these ads
Sobre

Prof. M.S. @heliopaz | @unisinos | @comdig | @agexcom | @jetunisinos | @cultdigitalunis | @gremiosempre | http://bitly.com/tNhPU3

Marcado com: , , , , , , , , , , , , , , , ,
Publicado em ATIVISTAS
9 comentários em “PORTO ALEGRE É A NOVA BARRA DA TIJUCA
  1. Simone disse:

    Nova Barra? Então, não é grande coisa!

  2. [...] em qualquer canto do mundo. Seja o atual centro de compras – estabelecimento originado da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro -, ou sejam outros. Esse post foi publicado em Mídia, Porto Alegre, [...]

  3. [...] é igual em qualquer canto do mundo. Seja o atual centro de compras – estabelecimento originado da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro -, ou sejam [...]

  4. Kelly Souza disse:

    Olá Helio.
    Trabalho num site de São Paulo, e estou fazendo uma matéria sobre pessoas que votaram pela primeira vez em 1989, qd o Collor foi eleito. Vi que teu primeiro voto foi nesta eleição, será que poderia conversar contigo? te explico melhor por email: kellsouza@gmail.com
    Abs, Kelly

  5. [...] como o próprio Hélio escreveu recentemente, a classe média mais consciente e solidária no Rio vive em bairros onde há essa convivência [...]

  6. Hélio Sassen Paz disse:

    O único lugar do RS no qual a transição entre adversários que pregam formas diferentes (pero no mucho) de governar foi tranqüila e cuja população pode ter (com boa margem de confiança) um governo honesto provavelmente seja em Santa Maria.

    Se – e somente se – tudo der certo, então estaremos diante de um modelo bastante peculiar e capaz de começar a desconstruir o maniqueísmo e a retórica vazia do candidato-produto.

    Eu já disse que o governo Lula é trabalhista, aos moldes getulistas e não é nada comunista, anarquista, trotskista, leninista, stalinista e nem tampouco de esquerda. Talvez seja a única forma de agradar aos muito pobres e aos muito ricos ao mesmo tempo, embora gere como conseqüência uma classe média extremamente egoísta.

    No mais, não concordo que o PT tenha sido vitorioso: em números absolutos, sim. Mas ONDE e COMO ganhou e perdeu é o que realmente importa: não recuperou Caxias do Sul; recuperou Bagé; pode recuperar Pelotas; ganhou em Garibaldi e em Bento Gonçalves (porém através de coligações completamente “fora da casinha”) e fez o carreto por toda a linha do Trensurb, menos na capital. O que realmente importa é Porto Alegre e Caxias do Sul. Perdeu essas duas, perde o Governo do Estado e dificilmente elege um senador além de Paulo Paim.

    Aqui em POA, o PT não vai mais ganhar se não se aliar pelo menos ao PDT e se não refazer a antiga aliança com o PC do B e com o PSB, abrindo diálogo com a parte que presta do PMDB e do PTB.

    []’s,
    Hélio

  7. Carlos Maia disse:

    O que existe é aqueles que ainda acreditam que o mundo é dividido na simplorice do maniqueismo ideológico. Não é mais. O Serra tá cheio de razão quando diz que o PT não é mais um partido de esquerda. Partido de esquerda aqui é o PSTU. E olhe lá!

  8. Guga Türck disse:

    Cuidado com as análises às pressas.
    O PT venceu em Viamão e bem.
    Venceu num grande número de ciadades de médio porte, garantindo uma votação expressiva em números absolutos, só perdendo pro PMDB.
    Outra coisa, não existe, ne minha opinião, “centro-direita”. É “direita” mesmo.
    E esse 1/3 do PMDB que sobrou na tua explanação é podre. O PT só morreu porque não se isolou mais, ao contrário do que falam. Morreu porque quando assumiu cargos mais relevantes, em âmbito nacional, entregou aos tubarões setores importantes do governo, tendo sido boicotado por estes lá na capilarização das políticas públicas, nos municípios.
    Foi aí que o PT morreu.
    Daí preferiu pagar uma de elite, com sede na Av. Paulista, congresso em hotel 200 estrelas, brinde com bebida de 20 mil reais…
    A que custo, hein?!

  9. Guillermo disse:

    Tchê… isso não tem nada com o papelão que o PT tem feito na última década??? Tarso Genro e o seu pessoal do CM fizeram um excelente serviço para a direita quando ele resolveu voltar pra prefeitura após perder pro Olívio e logo depois largar tudo pra tentar o governo do estado. Desde então…

    Abraço e DÁ-LHE GRÊMIO!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

page views
  • 287,230 (d. 12/05/2006)
Free hit counter estatísticas heliopaz.wordpress
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: